administracao-de-condominio ?

Entenda quais são os deveres do administrador do condomínio

5 MINUTOS DE LEITURA

Tem dúvidas sobre quais são os deveres do administrador de condomínio e qual é a diferença para o síndico? Fique por dentro do assunto!

Talvez você já saiba, mas é sempre bom relembrar que síndico e administrador de condomínio são funções diferentes. Apesar de o síndico precisar desempenhar um papel conciliador e cuidar do dia a dia do prédio, a administração de condomínio envolve gestão financeira, jurídica e até de recursos humanos.

Ao longo deste artigo, você vai entender quais são deveres do administrador de condomínio, quem pode administrar um condomínio e que atividades essa pessoa ou empresa pode desempenhar para facilitar a rotina do síndico e dos outros moradores.

Você sabe o que realmente quer dizer condomínio?

Se você consultar um dicionário para entender o que é condomínio, certamente vai se deparar com termos como “copropriedade”. Isso significa que o condomínio nada mais é do que um espaço de propriedade privada de mais de uma pessoa. Pode ser um condomínio de apartamentos, de casas, de salas comerciais, etc. 

Cada morador tem a propriedade da sua unidade e todos são proprietários das áreas comuns, com direitos e deveres iguais. E para manter o equilíbrio nas relações entre os condôminos, é importante contar com a figura do síndico e, em muitos casos, com a do administrador de condomínio.

Administração de condomínio: quem pode administrar condomínio

Fazer a administração de condomínio envolve cuidar da burocracia e acompanhar de perto as finanças do condomínio e as resoluções acordadas nas assembleias. É tão trabalhoso que pode ser comparado a uma empresa, e é por essa razão que muitos síndicos decidem contar com o apoio de uma administradora de condomínio. 

E quem pode administrar condomínio? A resposta é simples: uma empresa especializada em administração. Mais do que uma consultoria em condomínios, a administradora de condomínio é responsável por fornecer um suporte contínuo na gestão condominial em questões legais, tributárias e técnicas. 

Quais são os deveres do administrador de condomínio?

A gestão de condomínios exige muita organização e transparência, por isso é importante que o síndico pesquise bastante sobre a empresa antes da contratação. Optar por uma administradora que já tenha experiência com condomínios é uma boa opção, além de se informar sobre o assunto com outros síndicos profissionais.

Entre os deveres do administrador do condomínio estão:

1) Gestão administrativa: emissão e envio dos boletos da taxa condominial; organização dos documentos do condomínio; relatórios de prestação de contas; suporte para realização da assembleia de condomínio; gestão dos equipamentos de segurança.

2) Gestão de recursos humanos: desenvolver os contratos de trabalho dos funcionários do condomínio; elaborar a folha de pagamento e gerenciar a quitação de encargos previdenciários.

3) Gestão financeira: cuidar das contas, gerenciar o fundo de reserva, elaborar demonstrativos financeiros (receitas X despesas).

4) Gestão jurídica: suporte jurídico em casos de inadimplência e diligências junto às concessionárias públicas.

E o que faz um síndico?

Você provavelmente já se perguntou “o que é síndico de condomínio” ou “o que faz um síndico”. O síndico profissional é quem administra as contas e o dia a dia do condomínio, solucionando questões corriqueiras e possíveis conflitos entre moradores. Deve ser uma pessoa com poder de conciliação e capaz de propor as melhores soluções para a maioria dos moradores de um condomínio. 

Dicas para escolher um bom condomínio

A procura por um novo lar pode ser estressante se não sabemos que informações e características dos imóveis devemos checar. Em relação ao condomínio, é importante estar atento aos sinais de que os deveres do administrador de condomínio estão sendo cumpridos. Observe, por exemplo, se as áreas comuns estão com a manutenção em dia, converse com funcionários do prédio e pergunte como estão as contas do condomínio.

Caso esteja contando com a ajuda de um corretor de imóveis experiente, como os parceiros da Loft, a tarefa fica mais fácil – ele pode descobrir essas informações para você. Além disso, o time jurídico da Loft cuida de toda a burocracia e dos documentos de compradores, vendedores e do apartamento de forma gratuita.
 
Conheça nossos apartamentos à venda em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte e se informe sobre nossa assessoria de financiamento para facilitar sua jornada!  

Outros assuntos que podem lhe interessar

Assine nossa Newsletter
Assine nossa newsletter