retorno-de-investimento

Como investir o décimo terceiro salário? Conheça as opções

7 MINUTOS DE LEITURA

Quando o fim do ano se aproxima, muita gente já vai pensando em como investir o décimo terceiro salário que cai na conta. Muita gente usa esse dinheiro extra para pagar as contas que ficaram pendentes ou fazer as clássicas compras de fim de ano. 

Mas o que vale fazer com o dinheiro que sobra do 13º? Vamos então ver como investir o décimo terceiro de forma prática, que tal?

Neste artigo, vamos aprender o que é esse salário extra, fazer o cálculo do décimo terceiro e conhecer alguns dos melhores investimentos que você pode fazer com ele!

O que é o 13º? Por que recebemos esse salário?

O décimo terceiro salário é uma gratificação de fim de ano garantida por lei, paga a trabalhadores de carteira assinada. Na prática, esse salário extra é proporcional a 1/12 (um doze avos) do salário por mês durante o ano. Na maioria dos casos, o 13º é pago em duas parcelas: a primeira até o último dia de novembro, e a segunda, até 20 de dezembro.

O 13º virou lei em 1962, garantindo um salário extra no fim de cada ano para quem tem a carteira assinada e trabalhando pelo menos 15 dias por mês. Antes, a gratificação de natal era oferecida por iniciativa própria por algumas empresas. Com o décimo terceiro, ela passou a ser oficial.

Aposentados e pensionistas do INSS também têm direito ao décimo terceiro. Já os estagiários e trabalhadores que não têm carteira assinada só recebem o 13º se a empresa quiser, porque neste caso a gratificação não é obrigatória.

Como calcular o 13º salário? Passo a passo do cálculo

O passo a passo de como calcular o 13º salário é simples. Para calcular o 13º e saber o quanto você vai ganhar, você divide o valor integral do salário por 12 e multiplica pela quantidade de meses que trabalhou no ano. 

A primeira parcela vem sem cobrança de INSS nem de imposto de renda. Para calcular, vamos dar um exemplo: se você trabalhou o ano todo e ganhou um valor bruto de R$ 1.500, a sua primeira parcela será assim (desconsiderando qualquer adicional ou dedução por faltas):

R$ 1.500 / 12 = R$ 125

R$ 125 x 12 meses trabalhados = R$ 1.500

R$ 1.500 / 2 = R$ 750 na primeira parcela

Se você tiver trabalhado menos do que os 12 meses, é só trocar o número na segunda linha do cálculo que nós te mostramos (por exemplo, R$ 125 x 4, ou 6, ou 8… e assim vai!).

O INSS e o imposto de renda só incidem na segunda parcela. O passo a passo de como calcular o 13º salário funciona como na primeira parcela, mas em cima desse valor entram os descontos. Para ter ideia de o quanto você vai ser descontado na segunda parcela do 13º, vale ver as tabelas progressivas do INSS e do IRRF!

Lembrando: também entram no cálculo do décimo terceiro os adicionais como o noturno, horas extras, comissões e insalubridade, mas também as faltas.

O Sebrae também ensina em vídeo um passo a passo de como calcular o 13º salário

Principais investimentos com o décimo terceiro

Saber como investir o décimo terceiro é importante para se livrar de qualquer aperto, mas também garante dinheiro a mais no futuro se você souber aproveitar oportunidades. Por isso, o mais importante é garantir que você esteja com as contas em dia – para então pensar em voos mais altos!

É claro que, como no fim de ano todos temos alguns gastos especiais como presentes e gastos com férias, sempre vale se permitir uma folguinha. 

Os principais investimentos com o décimo terceiro que podemos sugerir:

  • Usar o dinheiro extra para quitar eventuais dívidas atrasadas.

Colocar suas contas em dia é um investimento básico! Antes de mais nada, vale garantir que você não esteja devendo nada, para evitar juros e multas que prejudiquem seu orçamento.

  • Construir uma reserva de emergência

Garantir uma reserva é um investimento importante não só para construir patrimônio e planejar investimentos futuros, mas também para estar pronto para quaisquer imprevistos. Aproveite o 13º para ajudar a montar uma reserva com acesso imediato e que segure os gastos que você teria ao longo de seis meses. Ah – já existem hoje várias opções que têm liquidez diária e rendem mais que a poupança, como algumas contas de bancos digitais.

  • Investir em opções que te ajudem a construir patrimônio a longo prazo

Se você está com as contas em dia e já garantiu sua reserva de emergência, é de bom tom pensar em fazer seu dinheiro render de verdade! Aproveite seu 13º para investir em opções rentáveis de longo prazo. 

Alguns investimentos com o décimo terceiro que valem a pena conhecer mais:

  • Títulos do Tesouro Direto
  • CDBs e letras de crédito
  • Ações e fundos de investimento
  • Investimentos no setor imobiliário

Investimentos imobiliários para usar seu décimo terceiro

Existem diferentes formas de você aproveitar o décimo terceiro com investimentos imobiliários! E investir em imóveis é uma opção que pode te ajudar muito no futuro.

“O investimento em imóveis tem retornos sempre acima da inflação, com baixo risco e baixa liquidez comparativamente com mercados de risco como bolsa de valores, por exemplo”, explica Nelson Parisi Júnior, presidente da Rede Imobiliária Secovi.

Dentro do mercado de investimentos, algumas opções no setor imobiliário – em que você pode usar seu décimo terceiro para investir – se destacam:

  • Fundos imobiliários
  • Ações de incorporadoras e construtoras
  • Fundos de investimento que acompanham o setor de imóveis

Comprar imóveis para aluguel, ou mesmo garantir uma casa própria, também significa investir em imóveis! O investimento em imóveis te permite construir um patrimônio sólido, ter segurança, renda fixa e poder vender no futuro com valorização. 

É muito mais fácil investir em imóveis do que você imagina: com um financiamento imobiliário com taxas baixas de juros, você paga só 20% do valor do imóvel na entrada e completa com pequenas parcelas ao longo dos anos. Veja se financiar um imóvel vale para o seu caso.

Usar o 13º para pagar parcelas de um financiamento pode ajudar a aliviar dívidas

A gente viu por aqui como é possível usar o décimo terceiro para investir com segurança e garantindo patrimônio para toda a vida. 

Uma das possibilidades mais interessantes é investir diretamente em imóveis, que permite garantir a entrada em um setor que está sempre em expansão e que te permite ter o imóvel próprio!

Já pensou em se livrar de eventuais dívidas ao pagar por seu investimento aos poucos e ganhando mais com o aluguel mensal? Ou enfim deixar de pagar aluguel e garantir a casa própria? Dá para garantir isso com o financiamento imobiliário, a forma preferida dos brasileiros de investir em imóveis.

Se você comprar seu imóvel com a Loft, nós ajudamos você a negociar o melhor financiamento possível com os bancos – sem qualquer custo adicional. Descubra o apê dos seus sonhos com a Loft!

Outros assuntos que podem lhe interessar

Assine nossa Newsletter
Assine nossa newsletter