criar-conexao-consultor-imobiliario

Consultores imobiliários, vocês sabem criar conexão com seus clientes?

5 MINUTOS DE LEITURA

Durante um processo de financiamento imobiliário, os compradores ou vendedores estão procurando mais do que um jeito simples de realizar sonhos, eles também querem fazer isso de uma forma confiável, com a certeza de que estão tomando as melhores decisões sobre uma conquista que ficará marcada por toda a vida.

E nesse sentido, o consultor imobiliário é a pessoa responsável por criar conexão com clientes, oferecendo segurança e tranquilidade. Mas a gente sabe que construir essa relação, sem deixar o profissionalismo de lado, pode representar um desafio. 

Por isso, hoje, vamos te dar algumas dicas para se tornar uma verdadeira referência e ter mais facilidade ao conduzir seus processos de financiamento.

Qual o primeiro passo para que um cliente confie em meu trabalho?

Essa sensação de confiança, em muitos casos, é um reflexo de como você se prepara para abordar um cliente e para seguir com as etapas seguintes. Portanto, aqui vão pontos de atenção nesse quesito: 

  1. Tenha uma apresentação completa: saiba qual o objetivo do seu trabalho e o que você pode fazer por aquele cliente, sem rodeios, seja claro(a) sobre o que ele pode esperar da sua atuação e mostre como você se diferencia dos demais profissionais/empresas do mercado. 

Para te apoiar nesse momento introdutório, conte com as dicas da Loft, que são enviadas por e-mail, e com o nosso time de especialistas, que pode oferecer apoio quanto aos benefícios da nossa marca.

  1. Se interesse pelo dia a dia de quem você está atendendo: criar conexão com clientes não é uma conta matemática, afinal, vender é lidar com emoções. Entender quem o seu cliente é, do que ele gosta e com quem ele convive, vai te ajudar a saber também do que ele precisa, quais são suas prioridades e como dedicar seu tempo a ajudá-lo. 

Pode parecer trabalhoso mas, na verdade, é uma situação natural. Quer um exemplo?

Imagine que o seu cliente está em dúvida sobre seguir com o processo de financiamento junto à Loft ou com um banco público do mercado. Você já teve algumas conversas com ele, prestou atenção, e sabe que realizar o máximo de atividades possíveis sem sair de casa é uma prioiridade (para preservar sua saúde e a dos filhos). 

Nesse caso, você já teria um forte argumento para convencê-lo a seguir com a gente, já que fazemos tudo digitalmente, enquanto no banco público, algumas etapas só ocorrem de forma presencial. 

Outro exemplo é o cliente que possui um casamento por união estável e quer encontrar uma forma mais fácil de financiar, você pode mencionar a compra conjunta e ajudá-lo a entender como se aprofundar nisso.

  1. Seja transparente e humano o tempo todo: você está lidando com a vida de alguém, com o sonho dessa pessoa – que possivelmente, será uma das maiores, se não a maior, conquista alcançada – e precisa ter sensibilidade para fazer parte deste momento. 

Cumpra o combinado, evite fazer promessas, sempre dê retorno quando houver um assunto pendente, se possível, se antecipe na resolução de eventuais problemas e passe longe das incoerências. 

Leia mais: Você conhece as vantagens de uma plataforma multibanco na hora de oferecer financiamento?

Mas como criar conexão com clientes que não sabem se querem realmente financiar?

Aqui, existe uma palavra-chave: compreensão. O seu papel é estar pronto(a) quando o cliente estiver, mesmo que isso signifique pausar o processo e aguardar até que possa retomar. 

O quanto seu cliente confia em você e considera seu trabalho diferenciado também tem a ver com a sua maturidade para lidar com situações adversas, como a incerteza diante de um processo de financiamento. E essa pode ser a diferença entre um negócio fechado no futuro, ou a desistência. 

Se você mostrar respeito pelo momento de vida do cliente e, com bom senso, retomar o contato de tempos em tempos para entender se algo mudou, é muito provável que seu nome seja lembrado na hora de finalmente tirar o sonho do papel.

Como estar perto do cliente sem criar uma relação pessoal?

Esse é um ponto muito importante e que depende exclusivamente da sua ética, profissionalismo e capacidade de impor alguns limites. Por exemplo, você pode se comunicar com seu cliente somente por meio dos seus contatos profissionais, seja número de telefone ou redes sociais, evitando trazê-lo para o seu ciclo pessoal neste sentido. 

Também é importante entender quais assuntos são coerentes e quais são dispensáveis, falar sobre família e estilo de vida pode ser inevitável (e vantajoso) durante um financiamento, mas existem alguns temas que não recomendamos, como as preferências políticas, religiosas ou mesmo o time do coração. 

Essas questões são mais delicadas e podem ser pontos de diferença entre vocês, para evitar atritos e manter uma boa imagem, seja neutro(a) quando um assunto desse tipo surgir e busque mudar o rumo da conversa para algo que faça sentido para o negócio.

Em geral, criar conexão com clientes diz muito sobre saber ouvir e saber aplicar o que você ouviu para vender mais e melhor.

Gostou de conteúdo? Continue com a gente no blog da Loft e veja muito mais dicas e referências sobre o mercado imobiliário por aqui!

Outros assuntos que podem lhe interessar

Assine nossa Newsletter
Assine nossa newsletter