Tenha 7 coisas em mente antes de comprar um apartamento na planta

planta-arquitetura
Tempo de leitura: 4 minutos

Comprar um apartamento na planta é sempre um investimento de risco. Confira nossas dicas sobre como adquirir um imóvel em construção e evitar futuros prejuízos

Na boca de todo vendedor, comprar um apartamento na planta vale a pena e ainda parece ser o investimento dos sonhos! Mas, será mesmo que investir em um imóvel que ainda não está finalizado é uma boa ideia?

Com valores de venda custando de 20%, 30% a 40% a menos do valor final da residência, muita gente acredita que comprar um imóvel na planta é certeza de obter lucro a longo prazo. Entretanto, tenha em mente que este é sempre um investimento de risco e pode sim te trazer uma série de dores de cabeça no futuro.

Comprar um imóvel que ainda está sendo construído significa financiar parte do empreendimento junto a construtora. Dessa forma, o vínculo com a empresa que está responsável pela construção é o ponto mais importante que poderá trazer boas e más consequências ao longo de todo o processo.

Esse modelo de compra de imóvel costuma ser utilizado por aqueles que não têm renda suficiente para dar entrada e financiar o valor total do imóvel ou por quem investe no mercado imobiliário.

O custo inicial mais baixo com a possibilidade de valorização de até 50% é o que faz esse tipo de investimento ser tão procurado. Entretanto, é preciso lembrar que “você está entrando em uma tabela com deságio, porque está assumindo o risco da construção”, afirma Gustavo Cerbasi, administrador e consultor financeiro, em seu canal especializado em investimentos.

E o que isso significa? Quer dizer que o destino do seu futuro imóvel e a forma como o dinheiro que você está aplicando nele será aplicada estará de acordo com o que a construtora responsável decidir. E isso engloba todos os custos relacionados ao investimento que a construtora tiver.

“Leve em consideração que, ao comprar um apartamento na planta, há um custo todo de incorporação, que envolve todo o material de divulgação, estande de vendas, maquetes, equipes de venda… e você está pagando por tudo aquilo”, exemplifica Cerbasi em seu canal.

Está em dúvida se deve ou não comprar um imóvel na planta? Confira 7 questões essenciais que você deve ter em mente ao investir seu dinheiro em um imóvel em construção. Estar ciente sobre o que envolve esse formato de compra pode evitar que você tenha diversos problemas no futuro. Confira:

Assine nossa newsletter


1. A Incorporadora pode desistir do seu investimento após o contrato assinado

Sim, é isso mesmo. Após você comprar seu apartamento na planta e pagar as primeiras parcelas, é possível que a construtora desista do empreendimento devido à baixa procura ou potencial risco de não atingir a valorização estimada.

Esse direito da administradora é previsto pela lei nº 4.591, de 16 de dezembro de 1964, Art. 34. Entretanto, há um período limite que a incorporadora tem para a desistência do empreendimento. Essa informação deve estar registrada no contrato e normalmente o prazo limite é de 180 dias.

2. Fique atento ao INCC

O INCC (Índice Nacional de Custo da Construção) é um indicador de correção do contrato de compra de um imóvel que atua sobre o valor do apartamento de acordo com a valorização do imóvel.

É muito importante ficar atento ao INCC e prestar atenção na forma como ele poderá aumentar os custos da sua compra. O índice leva em conta desde os materiais utilizados na construção até o valor da mão de obra e pode reincidir em todo saldo devedor relacionado ao imóvel, como o valor restante da dívida e a entrega das chaves.

3. Verifique toda a documentação e a planta do imóvel

Como mostramos acima, há uma série de detalhes que constam na documentação do imóvel que podem mudar todo o seu planejamento. Por isso, esclareça qualquer dúvida em relação aos contratos e preste atenção nas minutas.

Em relação ao projeto do apartamento, Naktasha Ituassu, corretora parceira da Loft, afirma que “pedir o contato do arquiteto ou engenheiro que fez a obra e, de preferência, a planta do imóvel” é importante para saber a qualidade do investimento e poder cobrar da construtora que o projeto seja seguido.

Aqui você pode aprender a ler e identificar elementos de uma planta baixa de apartamento.

4. Comprar um apartamento na planta É se preparar para prováveis atrasos na entrega

É muito comum que as construtoras demorem mais tempo do que o previsto para entregar o apartamento novo. Essa mudança pode fazer com que a quantidade de parcelas pagas antes da entrega da sua casa nova aumentem.

Caso tenha um tempo limite para mudar de residência, tenha em mente que as probabilidades da entregar atrasar costumam ser altas e inclua essa possibilidade de variação no seu planejamento.

5. Certifique-se que conhece a construtora

Um bom caminho para tentar evitar dores de cabeça com a construtora e administradora do seu futuro apartamento é pesquisando sobre outras obras e empreendimentos feitos por ela anteriormente.

Conheça o passado da empresa e, se possível, entre em contato com alguém que já tenha feito negócio com ela. Dessa forma você saberá a opinião de terceiros sobre como a empresa atua e trata seus clientes.

6. A versão decorada provavelmente não será igual ao imóvel que você receberá pronto

Sabe aquela versão decorada linda que você visitou quando a construtora estava vendendo os apartamentos na planta? Bom, os contratos de venda geralmente não incluem a decoração do imóvel.

Para que você não tome um susto quando perceber que os ambientes sem a decoração talvez fiquem muito diferentes dos visitados, veja a estrutura do apartamento decorado.  Saiba que, para deixar seu futuro lar daquele jeito, talvez seja necessário fazer investimentos extras relacionados à decoração e design interior.

7. visite e Acompanhe a construção

Após fazer a compra do imóvel na planta, acompanhe a construção e verifique se o que consta nos contratos está sendo seguido. Não deixe o imóvel por meses sem ser visitado, é importante cobrar a administradora e mostrar que você está de olho no trabalho que ela está executando.

Comprar um apartamento na planta pode ser um bom negócio, mas lembre-se que é um investimento de risco que exige cuidado

Por isso, fique atento à todos as questões acima e, caso se sinta inseguro na compra, procure um profissional especializado de confiança, como advogado ou corretor, e esclareça as dúvidas antes de fechar o negócio. Faça o checklist com 5 passos para quem está comprando um apartamento.

Na Loft, toda a documentação dos nossos apartamentos é revisada e atualizada por nossa equipe de especialistas que conta com profissionais de todas as áreas do mercado imobiliário, como advogados, corretores, engenheiros e arquitetos. Confira nossos apartamentos à venda no site da Loft e acompanhe as principais informações sobre mercado imobiliário no nosso blog.