Decoração vintage: como seguir esta tendência de interiores

Tempo de leitura: 7 minutos

Entenda o que é vintage, o estilo que conquistou os amantes de moda e de decoração, e saiba como aplicar a tendência em todos os ambientes do lar

A decoração da sua casa pode seguir diversos estilos(ou mesmo nenhum, o que é um pouco arriscado). Você pode optar por misturar mais de um ou investir em um ambiente clássico e outro contemporâneo, por exemplo. Mas existe uma tendência que não sai de moda nunca, pois ela é feita a partir de móveis e objetos que já entraram para a história: a decoração vintage.

“A decoração vintage tem algo de tendências que acabam por se repetir com o passar do tempo. O vintage é muito facilmente utilizado em qualquer época”, explica a arquiteta Karina Korn.

As cores são muito importantes na decoração vintage, pois são as grandes responsáveis por nos transportar ao passado ao entrarmos em um ambiente. “As cores vintage são tranquilas e harmônicas, em tons pastel. O uso do azul, do rosa e do verde claros já nos passa a impressão de vintage”, acredita a arquiteta.

O que é vintage?

Não importa se você é um artista, um influencer digital ou um empresário: a vontade de ser único e de ter um estilo só seu parece ser universal. É por isso que é natural querer expressar sua personalidade através da forma de se vestir, pois assim comunicamos aos outros o que se passa dentro de nós e atraímos aqueles que vêem o mundo de forma parecida.

A vontade de ter um estilo único levou à popularização do estilo vintage. Mas afinal, o que é vintage? Na moda, pode-se dizer que esse estilo está relacionado ao uso de peças de roupa antigas. Por antigas entende-se peças com mais de 20 anos de criação e que representem bem o estilo da época em que foram feitas – por exemplo, um blazer vintage com ombreiras, característico dos anos 80.

Com a ascensão do estilo vintage, os brechós, tanto em lojas físicas quanto online, se tornaram ótimos negócios para empreendedores e entusiastas do universo fashion. Na Europa, os “mercados de pulgas” são um destino certo para encontrar peças únicas, com diversas origens. No Brasil, além de feiras de roupas usadas, muitas lojas fazem sucesso online, como o B.Luxo.

E o que é vintage na decoração?

Sabe aquele espelho, com moldura de madeira trabalhada em arabescos, que pertenceu à sua avó, depois passou para os seus pais e chegou até a sala do seu apartamento? Essa peça é um exemplo do que é vintage na decoração.

“Vintage significa clássico, antigo. Na verdade, tudo aquilo que imita o passado ou um estilo anterior pode ser considerado vintage. É bacana por ser uma reinterpretação de algo que passou e foi incrível, sempre continua na moda”, define Karina Korn.

decoracao-vintage-pecas-antigas-loft
Peças antigas são essenciais para ter uma decoração vintage

A diferença entre vintage e antiguidade é que, no caso da segunda opção, o objeto deve ter mais de 100 anos de criação. Essa regra é aberta a interpretações, mas serve como base para você saber se determinado ambiente está mais para o que é vintage na decoração ou para uma decoração clássica.

Decoração retrô é o mesmo que decoração vintage?

É comum confundir decoração retrô com decoração vintage. Isso acontece porque os dois estilos estão interligados e, muitas vezes, aparecem juntos em um mesmo ambiente.

A principal diferença entre decoração vintage e decoração retrô está na data de criação dos objetos de cada estilo. “Vintage é o clássico usado novamente e o retrô é a referência antiga para a criação de algo novo”, esclarece a arquiteta.

Há ainda diferenças nos materiais e nas cores utilizadas na mobília e nos acabamentos. Móveis vintage, como peças criadas por Sérgio Rodrigues ou Jorge Zalszupin, por exemplo, eram feitos com madeiras-de-lei, muitas vezes o jacarandá.

Já o mobiliário retrô, que busca inspiração na obra desses e outros designers consagrados, pode ser esculpido em madeiras menos nobres, como a peroba, que recebe acabamento para ficar com aparência similar às madeiras antigas.

Arte moderna retrô

Você provavelmente já ouviu falar em Andy Warhol. Ele foi um artista, diretor e produtor norte-americano, que ganhou fama ao encabeçar o movimento de arte visual conhecido como pop art.

Seus trabalhos exploravam a relação entre expressão artística, publicidade e a cultura de celebridades que floresceu na década de 1960 – época de onde vêm as referências retrô de hoje. As obras mais conhecidas de Andy Warhol são as pinturas das latas de sopa Campbell (“Campbell’s Soup Cans”, de 1962), além dos retratos de Marilyn Monroe (“Marilyn Diptych”, de 1962).

decoracao-vintage-andy-warhol-loft
Marilyn 1967, de Andy Warhol

As cores vivas e o traço das ilustrações de Warhol são fonte de inspiração para muitos artistas contemporâneos. Suas obras podem ser consideradas exemplos de arte moderna retrô, já que foram criadas nos anos 1960 e continuam sendo reproduzidas até hoje. É comum encontrá-las como quadros, ótimos para compor a decoração retrô da sala ou do quarto, e até em peças de vestuário.

Decoração vintage sala ou sala retrô?

Como já mencionamos, os estilos vintage e retrô se encontram em muitas situações. Tentar montar a decoração vintage da sala pode acabar rendendo uma sala retrô e vice-versa. Tudo vai depender dos itens que você escolher colocar no ambiente: se a poltrona que você se apaixonou é mesmo dos anos 1960, é uma peça vintage; se é uma réplica, produzida nos dias atuais, é retrô.

decoracao-vintage-sala-loft
Vintage e retrô normalmente aparecem juntos em um mesmo ambiente, sempre com uso de muita madeira

“Cores como o marsala, que voltou com força, e tons alaranjados também trazem o estilo vintage. Esses tons mais fortes acabam por marcar o estilo, uma vez que a decoração vintage busca o passado original, os móveis mais pesados e mais torneados”, diz Karina.

Na sala retrô, aparecem objetos de metal e vidro, sempre com formas arredondadas. Já se aplicarmos a decoração vintage sala, teremos peças torneadas e com tons mais fortes, como os terrosos. “O retrô também pode usar cores fortes, mas com matizes mais puros, como o vermelho.”

Objetos de decoração para a sala

Os objetos de decoração para a sala vintage devem seguir a regra máxima do estilo: serem antigos de verdade. Uma vitrola, um carrinho de chá ou um telefone antigo são algumas peças capazes de trazer o espírito vintage a qualquer decoração.

decoracao-vintage-objeto-loft
Um baú antigo pode se tornar uma ótima mesa de centro para uma sala vintage

Os vasos de plantas também entram na decoração vintage e podem ser grandes aliados na hora de imprimir o estilo. Isso porque você tem a oportunidade de reciclar outros objetos de decoração, transformando-os em estilosos cachepôs. Uma sopeira de porcelana ou até mesmo uma xícara podem ser lindos vasos de plantas para apartamento.

“Querendo dar uma cara mais antiguinha, usar a espécie costela de Adão pode ser uma boa. Gosto muito das samambaias e elas indiscutivelmente vêm de outros tempos. Elas são o ‘charme’ de qualquer estilo de decoração”, indica a arquiteta.

Decoração vintage quarto

Assim como a sala vintage, a decoração vintage quarto deve conter móveis de madeira e bastante cor. Mesmo que você não pinte as paredes em tons marcantes, é importante trazer cores terrosas em objetos de decoração, como almofadas e tapetes.

decoracao-vintage-quarto-loft
Basta adicionar uma poltrona de época para dar um toque vintage ao quarto

Um único móvel pode ser o responsável por “puxar” a atmosfera vintage. Invista em uma charmosa poltrona de design modernista, por exemplo, e aposte em roupa de cama e almofadas nos tons de vinho e alaranjados – vale ainda trazer o veludo para esses acabamentos.

Como ter um banheiro retrô

A decoração vintage pode ser feita, na maioria das vezes, apenas com objetos decorativos. Mas no caso do banheiro retrô, o mais indicado é realizar uma reforma ou, ao menos, a troca dos acabamentos.

“O banheiro retrô traz azulejos em tons pastel, assim como louças e metais mais românticos”, explica Karina.

decoracao-vintage-banheiro-loft
Azulejos geométricos e acabamentos arredondados dão o tom do banheiro retrô

Torneiras e chuveiros dourados ou acobreados, com design mais arredondado, garantem o visual vintage do banheiro. E, se tiver oportunidade, vale investir em uma banheira com pés de garra, muito característica do banheiro retrô.

Decoração vintage faça você mesmo

É natural ter dúvidas antes de repaginar completamente um ambiente da casa. Ainda mais quando se trata de investir tempo e dinheiro na reforma. Antes de mudar tudo, que tal inserir pequenos itens vintage na decoração para ter uma ideia de como o espaço ficaria nesse estilo?

Um poltrona antiga, uma luminária ou um vaso de flores vintage são algumas opções de objetos de decoração vintage para começar. E quem quer se arriscar (e se divertir) na decoração vintage faça você mesmo tem boas opções de lojas e eventos estilo “família vende tudo” em São Paulo.

A rua Cardeal Arcoverde, no bairro de Pinheiros, concentra muitas lojas de móveis vintage e antiguidades. Visite ainda a Loja Teo, também em Pinheiros, e a Apartamento 61 que, além de ter lindos móveis modernistas à venda, está localizada em um casarão desenhado por pelo escultor ítalo-brasileiro Victor Brecheret e posteriormente reformado pelo arquiteto Rino Levi.

Apartamentos para imprimir sua personalidade

Ficou com vontade de decorar uma casa nova? A Loft tem mais de 120 opções de imóveis de alto padrão à venda nos melhores bairros de São Paulo. Os apartamentos são entregues reformados, com infraestrutura totalmente nova e um perfil de cores neutras nas paredes e acabamentos, que pode servir de base para sua decoração vintage. Conheça nossos apartamentos à venda e agende sua visita!