due-diligence-imobiliaria

O que é due diligence imobiliária e qual sua importância?

5 MINUTOS DE LEITURA

Entenda o que é due diligence imobiliária, como ela deixa as transações mais seguras e como a Loft pode te ajudar a avaliar documentos de forma minuciosa!

Fazer a due diligence imobiliária é bastante importante para garantir segurança e transparência à transação imobiliária. O termo vem do inglês (algo como fazer a “devida diligência”) corporativo, mas é basicamente uma análise jurídica aprofundada para entender quais são os riscos envolvidos em uma compra ou venda de imóvel.

Ao longo deste post, você entenderá:

  • O que é due diligence imobiliária
  • Qual checklist essencial para a due diligence imobiliária
  • Como a assessoria imobiliária da Loft pode ajudar a tornar suas transações mais seguras

O que significa due diligence imobiliária?

Antes de comprar qualquer coisa – seja uma empresa, um alimento, um eletrodoméstico –, é importante saber qual é seu estado e quais são as garantias envolvidas para o comprador, certo? É assim que operamos no dia a dia, de certa forma.


A due diligence imobiliária é essa lógica aplicada ao processo de compra e venda de imóveis. Tanto o vendedor quanto o comprador tem direito de saber de quem estão comprando um imóvel e em qual estado (físico e jurídico) esse imóvel se encontra.

Essa análise aprofundada de documentos visa, principalmente, identificar e diminuir potenciais riscos envolvidos em uma transação. Caso algum seja identificado, fica a cargo de uma das partes decidir se quer ir em frente ou não – e assim ela não será pega de surpresa mais adiante!

Quem faz a due diligence imobiliária?

A due diligence imobiliária costuma ser tocada por advogados e/ou corretores de imóveis com experiência em direito imobiliário, mas também pode ser conduzida (com menor grau de complexidade) pelas próprias partes envolvidas, que podem exigir do outro os documentos essenciais.

No caso da Loft, há todo um time jurídico preparado para cumprir esse processo investigativo através do serviço Compra e Venda Segura, já incluso nos apartamentos à venda em seu portfólio.

Aliás, qual o papel do corretor na due diligence imobiliária?

De acordo com a lei, os corretores de imóveis precisam exigir e conferir a documentação do imóvel em questão e auxiliar seus clientes (compradores ou vendedores) a compreenderem os riscos, quando houver. 

Como fazer due diligence imobiliária

Mergulhar na documentação é a melhor forma de conhecer e, portanto, gerir possíveis riscos do negócio. É através da due diligence imobiliária que é possível descobrir se falta alguma atualização na matrícula do imóvel ou alguma dívida judicial atrelada a ele, por exemplo.

Como a papelada é vasta, melhor conhecê-la aos poucos, com a checklist abaixo!

Due diligence imobiliária: checklist

Como mencionado anteriormente, o ideal, neste momento, é contar com a ajuda de advogados especializados em direito imobiliário para tirar dúvidas e resolver pendências. 

Mas já dá para dividir os documentos e certidões para compra de imóvel envolvidos em três conjuntos:

Conjunto 1: Documentos do imóvel

  • Certidão de matrícula do imóvel
  • Certidão de ônus reais relativos ao imóvel
  • Certidão negativa de tributos relacionados ao imóvel

Conjunto 2: Documentos do(s) vendedor(es)

  • Documentos pessoais (RG e CPF)
  • Comprovante de residência
  • Consulta de crédito completa (SPC e Serasa)
  • Certidão de protesto de título
  • Certidão negativa de tributos
  • Certidão negativa de débitos condominiais
  • Certidões de ações judiciais
  • Guias de ITBI pagas

PS: Caso uma das partes seja pessoa jurídica, outros documentos serão necessários, tais como: contrato social, certidão de regularidade na Junta Comercial e na Receita Federal e documentos de quaisquer sócios.

PPS: Vendedores também podem exigir essa documentação de compradores, caso queiram.

Conjunto 3: Documentos técnicos (quando for o caso)

Esse conjunto documental é aplicável em casos específicos, geralmente no caso de imóveis adquiridos na planta e fornecido pelas incorporadoras. Em caso de apartamentos pré-existentes, não vem ao caso. Entre eles estão:

  • Cópia do registro de incorporação
  • Memorial descritivo do imóvel
  • Anotação de responsabilidade técnica (em caso de obras por engenheiros ou arquitetos)
  • Alvará de construção
  • Auto de Conclusão da Obra (também chamado de Habite-se)
  • Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros
  • Convenção de condomínio

Due diligence: a assessoria imobiliária da Loft pode te ajudar com tudo isso!

Hoje a Loft oferece o serviço Compra e Venda Segura, uma assessoria imobiliária que oferece segurança a vendedores, compradores e corretores de imóveis com toda a expertise do time jurídico da Loft. 

Além de fazer a avaliação jurídica necessária, a Loft também resolve toda a burocracia contratual, da redação do contrato de compra e venda ao pagamento das partes. 

Dessa forma, você – seja proprietário, comprador ou corretor – evita dores de cabeça e pode focar na parte boa: fechar negócio e aproveitar essa nova fase da vida!

Saiba mais sobre como funciona o produto de compra e venda segura da Loft

Outros assuntos que podem lhe interessar