entrega-chaves-apartamento

Entrega de chaves do apartamento: 5 pontos importantes para compradores

5 MINUTOS DE LEITURA

Na reta final da mudança, é preciso manter-se atento para evitar dores de cabeça. Saiba como garantir uma boa entrega de chaves de apartamento!

O momento da entrega de chaves de um novo apartamento pode ser muito emocionante: enfim, após tantos sonhos e planos, aqui está seu novo lar! 

Para que tudo transcorra da melhor forma possível e você comece com o pé direito, é importante manter-se atento nesses instantes finais do processo de compra – seja de um imóvel recém-construído ou não.

Como funciona a entrega de chaves de apartamento?

A entrega de chaves acontece quando o Termo de Entrega de Chaves é assinado. Geralmente, tal ação ocorre depois da última vistoria do apartamento.

As chaves, assim como o documento de entrega de chaves, costumam ser entregues ao novo proprietário, mas também podem ser entregues a um representante autorizado.

Qual é a documentação necessária envolvida no processo de entrega de chaves?

Nesse momento, a parte documental já passou: a entrega de chaves é, inclusive, o sinal de que já está tudo certo para o comprador! Basta levar seus documentos pessoais.

Se você está vendendo o apartamento, quando deve entregar as chaves?

Após as partes assinarem o Termo de Entrega de Chaves e o recibo de quitação ser entregue pelo vendedor ao novo proprietário. Isso pode ser feito no mesmo dia da vistoria, caso esteja tudo certo. 

Quando são entregues as chaves quando há financiamento imobiliário?

Após a conclusão do processo de contratação do financiamento imobiliário. Na prática, depois que o contrato com a instituição financeira for assinado, o ITBI for recolhido e o financiamento constar no Cartório de Registro de Imóveis.

O que verificar em uma vistoria de apartamento? 5 pontos de atenção

A vistoria por parte do comprador é um momento muito importante, especialmente para apartamentos comprados na planta, visto que a construtora tem uma série de obrigações a cumprir. 

Pense nela como uma visita técnica: de forma geral, ela funciona como uma garantia para o novo proprietário de que aquele bem imobiliário está sendo entregue nas condições combinadas em contrato. 

Você pode fazê-la por conta própria ou pedir o auxílio de um profissional da área, mas o importante é testar e registrar tudo que achar relevante. Assim, fica mais fácil se comunicar com o proprietário e/ou a construtora e organizar consertos ou mesmo indenizações.

  1. Faça um checklist de características acordadas

No caso de imóveis recém-construídos, o proprietário receberá um memorial descritivo da construtora, onde constam todas as características do imóvel. É importante utilizá-lo para bater o que está descrito com a realidade. Se não estiver, vá marcando no papel – e isso também vale para as áreas externas divulgadas pela construtora. 

No caso de imóveis usados, quando não há um memorial descritivo para servir de base, você pode comparar o imóvel com o que está descrito na matrícula do imóvel e avaliar atentamente os itens destacados abaixo.

  1. Registre tudo, por escrito e por foto

Caso haja algum problema legal mais adiante, é importante ter provas claras e contundentes. Anote (num bloco de notas do celular, por exemplo) o que saltar aos olhos e faça registros fotográficos e/ou em vídeo para tê-los como provas das alterações necessárias.

  1. Teste as partes hidráulica, elétrica e de gás do imóvel

O mínimo a ser feito é testar todas as saídas por pelo menos 2 minutos para checar se: 

  • Há corrente nas tomadas e nos interruptores; 
  • A água sai desobstruída de todos os canos (inclusive descargas); 
  • Se as instalações de gás já estão funcionando

Caso não se sinta suficientemente preparado para testar essa parte, chame um profissional da área. 

  1. Teste portas, gavetas, janelas e armários 

Sabe quando uma janela é difícil de abrir ou uma porta fica meio emperrada? No momento de vistoria, você pode pedir esse tipo de conserto – desde que saiba que a falha existe. Lembre-se também de testar as fechaduras por dentro e por fora.

  1. Confira os revestimentos

Você pode utilizar tanto os olhos quanto algum apetrecho, como um cabo de vassoura, para ver se o piso está nivelado ou deformado de algum jeito, como pode acontecer com revestimentos “embarrigados” ou rejunte mal feito. Empregue o mesmo olhar crítico às paredes e ao teto em busca de rachaduras, mofo, manchas ou desníveis. 

Como funciona a entrega de chaves para apartamentos da plataforma da Loft?

Na Loft, a entrega de chaves segue a mesma lógica do mercado imobiliário como um todo. 

Caso o novo proprietário tenha contratado um financiamento imobiliário, por exemplo, ele receberá as chaves após a conclusão do processo contratual e será contatado pelo time da Loft assim que isso acontecer. 

Se não houver financiamento ou se já estiver tudo certo, a entrega de chaves do apartamento acontece após a segunda e última vistoria do cliente.

Vale notar que, como a Loft também oferece serviços de reforma, caso o apartamento adquirido tenha sido reformado (algo que conta com 1 ano de garantia!), a obra em si pode ser vistoriada antes da entrega de chaves – e assim garantir que já vai estar tudo certo na hora de se mudar de vez

Quer conhecer apartamentos incríveis à venda no Rio e em São Paulo? Conheça o portfólio de apartamentos da Loft!

Outros assuntos que podem lhe interessar

Assine nossa Newsletter
Assine nossa newsletter