Faça você mesmo a decoração criativa de casa

cropped-DIY-faca-voce-mesmo-loft-1.png
Tempo de leitura: 7 minutos

Entenda as origens e as diversas possibilidades do movimento “faça você mesmo” para deixar a decoração de casa com a sua cara sem gastar muito

Ter uma decoração criativa e funcional não precisa custar muito e pode ser fruto de apenas algumas horas de dedicação – é o chamado “faça você mesmo”. A proposta do movimento é deixar tudo do seu jeito através do reaproveitamento de materiais, dando novos usos para objetos do cotidiano.

Para começar a se aventurar nesse universo, é comum partir de dois caminhos: buscar referências em sites e redes sociais mais voltados à decoração, como o Pinterest, ou assistir a tutoriais em canais do Youtube, como Diycore e Maddu Magalhães. Mas diante de tantas opções de móveis e objetos que você pode criar, como decidir qual será o primeiro?

Um dos princípios do movimento “faça você mesmo” é fazer objetos utilitários, que terão uma função específica no ambiente onde serão colocados. Montar uma banqueta ou uma prateleira, por exemplo, pode ser mais interessante em um primeiro momento do que investir em objetos decorativos – ainda mais se você ainda estiver tentando definir qual estilo a casa terá.

Os apartamentos da Loft, por exemplo, são entregues reformados e podem seguir um de três tipos de decoração: industrial, contemporâneo ou clássico. Qualquer que seja o estilo escolhido, há muitas maneiras de colocar a mão na massa e dar seu toque pessoal aos ambientes.

Ha uma porção de tutoriais no Youtube com dicas bem legais para reaproveitamento de materiais de forma criativa

DIY: UMA breve história da origem do FAÇA VOCÊ MESMO

Antes de partir para as ferramentas e os tutoriais, é interessante entender de onde vem o movimento Do It Yourself (DIY), “faça você mesmo” em português. E acredite: tem a ver com o pós-guerra na Europa e com o movimento punk. 

Nos anos 1950, os países europeus ainda tentavam superar as consequências da Segunda Guerra Mundial. Faltavam empregos e diversos produtos, e foi da escassez que surgiu a necessidade de colocar a mão na massa para criar objetos que antes eram produzidos pela indústria, como móveis e roupas.

Algumas décadas depois, o movimento punk foi beber na cultura DIY, de onde já havia saído o skiffle craze, tipo de jazz no qual os músicos criavam os próprios instrumentos. Na época, o punk era considerado algo impuro e inacabado, e não tinha espaço nas grandes casas de show ou nas gravadoras. Mas a rebeldia punk não se rendeu e eles passaram a produzir tudo o que envolvia a música, com ocupação de espaços abandonados e organização de festivais abertos. DIY tinha a ver com cooperação e com a vida em comunidade.

Atualmente, a ideia de cooperação do “faça você mesmo” é aplicada de maneira diferente e está mais ligada a como cada pessoa pode cooperar com o meio ambiente em sua própria casa. Reaproveitamento e reciclagem de móveis e materiais são algumas características do movimento “faça você mesmo”, assim como a redução de custos na decoração de casa – a chamada “decoração mais por menos”. 

DIY-faca-voce-mesmo-luminaria-loft
Faça você mesmo uma luminária para a parede da sala usando canos de metal

“O movimento ajudou a termos uma decoração mais democrática, já que há diversos produtos baratos que são muito interessantes. Isso também fez com que as lojas revissem os preços de móveis e objetos prontos, pois entenderam que o mercado mudou”, diz Patrícia Ribeiro, designer de interiores.

Agora, arquitetos e designers trabalham em parceria com os clientes nas ideias para a decoração. “O DIY nos fez repensar o modo de trabalho, porque quando o cliente quer por a mão na massa, às vezes é preciso rever o conceito do projeto para criar algo junto com o ele ou dar mais destaque às suas criações”, completa Patrícia.

Por isso, ela defende que as pessoas separem muitas referências antes de reformar ou redecorar o apartamento. “É importante fuçar sites, revistas e blogs de decoração para separar o que você gosta e entender qual é o seu estilo. Guarde referências, para depois conseguir definir o que lhe agrada e o que não. Depois, você pode ver quais tendências de decoração combinam com o seu gosto e colocar a mão na massa.”

IDEIAS CRIATIVAS PARA DECORAÇÃO DE CASA DIY

Definido o estilo do apartamento, você já pode pensar no que quer criar. Na decoração industrial, vale investir em objetos feitos a partir de metal, madeira e concreto. Prateleiras com suportes de metal ou corda são uma boa opção. Fáceis de montar, elas são ideias criativas para garantir um visual despojado e moderno. E em apartamentos pequenos, funcionam como um forma de ter mais espaços de armazenamento.

DIY-faca-voce-mesmo-prateleira-loft
Prateleiras são itens mais simples de fazer, ideais para quem está começando no faça você mesmo

Se preferiu seguir a decoração de casa clássica, detalhes delicados vão agregar mais valor aos ambientes. Que tal garimpar peças antigas e restaurá-las? Um móvel de madeira, por exemplo, pode ser lixado e pintado de outra cor. Poltronas e sofás também podem passar por uma transformação, seja trocando o tecido do estofado ou mudando os pés – você pode instalar novos suportes de madeira ou de outro material, como ferro, com a ajuda de uma parafusadeira ou chave de fenda. 

Com essas e outras ideias criativas, a decoração de casa ganha objetos com história, que depois podem ser passados à próxima geração da família. Imagine só: que tecido seus filhos vão escolher para a poltrona de estimação da casa quando for a vez deles se aventurarem no “faça você mesmo”?

COMO CRIAR UMA DECORAÇÃO PINTEREST

Muito popular entre os amantes de decoração, o Pinterest é a rede social mais utilizada na busca de referências. Boa parte dos ambientes encontrados por lá passam pela decoração industrial, pelo estilo escandinavo e pela decoração boho. 

DIY-faca-voce-mesmo-plantas-loft
Cordões de luz e plantas tornam a decoração do quarto mais aconchegante

Plantas IDEAIS para apartamento

Um item que nunca falta nas fotos de decoração no Pinterest são as plantas. E não tenha receio em utilizá-las, pois existem várias espécies de plantas para apartamento. As suculentas seguem em alta e são interessantes para apartamentos pequenos, mas atenção: elas não gostam de umidade, por isso devem ser deixadas longe dos banheiros.  

No setor de plantas para apartamentos maiores, o Ficus Lyrata é a espécie mais querida do momento. Essa é uma planta da família das figueiras e tem possibilidade de crescer bastante e se tornar uma árvore frondosa. É importante reservar um vaso grande para sua muda de Ficus Lyrata, que você pode customizar com uma pintura DIY.

Ficus Lyrata: como cuidar

A Importância das Luminárias na decoração

Além das plantas, a decoração Pinterest costuma ter vários pontos de iluminação – além das janelas amplas do apartamento, claro. Cordões de luz são muito utilizados e dão charme a qualquer ambiente. Para uma decoração DIY no quarto, pendure as luzes na cabeceira ou em prateleiras acima da cama. Na sala, faça você mesmo o teste: experimente colocar o cordão de luzes que sobrou da árvore de Natal dentro de uma garrafa ou vaso de vidro. Depois, é só deixar no carrinho de bar ou na mesa lateral ao sofá.

DIY-faca-voce-mesmo-gallery-wall-loft
Nem toda galeria precisa ser de arte: monte sua gallery wall com fotos e souvenirs das suas viagens

Montando um Gallery wall na sala

Montar uma gallery wall é outra opção de decoração Pinterest. “É legal escolher uma parede em que possa colocar muitos quadros, para que fique bem imponente e em destaque. Fica muito bonito quando preenchemos a parede inteira, do chão ao teto”, indica Patrícia Ribeiro. E fique atento às molduras: é importante que tenham diferentes tamanhos e formatos, sendo algumas horizontais e outras verticais. “A simetria, nesse caso, pode deixar a decoração sem graça”, resume a designer.

IDEIAS CRIATIVAS PARA A SALA SEM Precisar de REFORMAS

Além da gallery wall, há outras ideias criativas de faça você mesmo para a sala. A mais óbvia e talvez mais eficaz é renovar a pintura das paredes. Pode ser uma pintura estilo caixa (quando todas as paredes de um ambiente são pintadas da mesma cor), pintura gráfica (formas geométricas) ou até mesmo uma ilustração – se você desenha bem, é um ótimo DIY.

DIY-faca-voce-mesmo-pintura-loft
Faça você mesmo uma pintura gráfica nas paredes da sala

Também vale restaurar e remodelar móveis, ou até mesmo criar um móvel do zero. Móveis reciclados permitem que você escolha tudo, da cor da madeira à estampa do tecido do estofado. Assim, a decoração de casa fica mais com a sua cara.

Quer montar um móvel, mas ainda não tem familiaridade com a madeira? É possível fazer um curso básico de marcenaria. O LAB74, por exemplo, tem turmas em São Paulo, Recife e Florianópolis. Mas não se prenda: dá para se aventurar entre lixadeiras, serrotes e parafusos sem tanto conhecimento prévio, basta pesquisar e arregaçar as mangas.

[https://www.youtube.com/watch?v=oR9QgWEKSQ4]

Quando investir em um projeto de design de interiores?

Nem todo mundo tem tempo para colocar tantas ideias criativas de DIY em prática. Isso não significa que a decoração de casa não ficará do seu jeito. Ao contratar um profissional ou empresa para pensar um projeto de design de interiores, apresente as referências que coletou em sites e revistas. Será fundamental para ter a decoração que imaginou!

Os apartamentos da Loft são espaçosos e podem ser decorados da forma que mais combinar com a sua personalidade. Todos são entregues reformados e com uma infraestrutura (elétrica, hidráulica, luminotécnica) totalmente nova. Além disso, oferecemos um perfil de cor que pode servir de base para sua decoração. Conheça nosso portfólio de apartamentos!