evitar-fraude-imobiliaria

O que fazer quando o financiamento imobiliário não é aprovado?

8 MINUTOS DE LEITURA

Um “não” do banco é algo que ninguém quer ouvir quando pede um financiamento. Em muitos casos, os compradores já assinaram contratos com vendedores se comprometendo com a aquisição do imóvel. 

Por isso, é muito importante saber o que fazer quando um financiamento não é aprovado: como você pode buscar outras alternativas para conseguir crédito e quais os próximos passos com o vendedor. 

Neste artigo, vamos mostrar o que fazer se você receber uma resposta negativa do banco, que razões podem motivar essa resposta e como você pode voltar a pedir um financiamento com mais confiança. 

Por que o banco não aprovou meu financiamento?

O banco deve informar o motivo pelo qual não aprovou seu financiamento – esse direito está garantido no Código de Defesa do Consumidor. É importante entender a razão da recusa, até para corrigi-la ou até recorrer da decisão do banco. Entre as principais causas de uma reprovação, estão:

  • Nota baixa no score de crédito: se você não paga contas em dia e costuma atrasar parcelas de operações de crédito, é provável que essa pontuação não esteja alta. Quanto menor seu score, mais dúvidas o banco pode ter da sua capacidade de pagar as prestações na data adequada. Você pode visualizar seu score de crédito em sites de entidades de proteção ao crédito, como Serasa e BoaVista
  • Nome sujo: seu CPF pode constar em cadastros de inadimplentes, também elaborados por órgãos de proteção ao crédito. Nesse caso, é preciso que você regularize suas dívidas atrasadas ou procure saber se houve alguma cobrança feita por engano.
  • Restrições internas no banco: bancos mantêm um cadastro interno com os nomes de clientes que têm dívidas caducadas e um histórico de protestos de cobranças, além de dívidas renegociadas.
  • Renda incompatível com o valor do imóvel: se você não tem (ou não tem como comprovar) salários ou ganhos mensais que comportem o valor das parcelas, o banco provavelmente não vai aceitar fazer negócio com você.

O que eu devo fazer quando o financiamento não é aprovado?

Um financiamento de imóvel pode não ser aprovado pelo banco por uma série de motivos, como já vimos. Você até pode entrar com uma defesa de crédito e contestar essa recusa do banco, mas essa decisão dificilmente vai ser revertida a curto prazo. No entanto, há outros movimentos que você pode fazer quando o financiamento não é aprovado:

  • Procurar outro banco: se o seu financiamento foi negado por causa de algum problema de relacionamento com seu banco, ou porque o banco não aceita financiar o valor do imóvel que você precisa, é possível tentar a sorte em outra instituição. Pode ser que ela tenha outros parâmetros e aceite oferecer crédito para você.
  • Procurar outro imóvel: pode ser que seu financiamento tenha sido negado porque o valor desejado é incompatível com a sua renda. Nesse caso, se você ainda não se comprometeu formalmente com o vendedor, você pode procurar um apartamento mais barato. Se essa for a sua situação, vale a pena conferir o catálogo da Loft, com imóveis para todos os bolsos.
  • Resolver problemas no seu CPF: se você está com o nome sujo ou o score de crédito baixo, precisa renegociar suas dívidas e quitá-las. Melhorar seu histórico de pagamentos é algo que não se resolve em pouco tempo. É preciso manter contas e prestações em dia a longo prazo. Para evitar esquecimentos, recomendamos que você cadastre cobranças no débito automático.
  • Reunir a documentação necessária e resolver pendências: se o banco recusou o financiamento porque você não forneceu um documento necessário para a comprovação de renda, por exemplo, tente reunir toda a documentação necessária para tentar a aprovação de crédito com outro banco.

Financiamento não aprovado: como conseguir a devolução do sinal

O sinal é um adiantamento do valor da entrada do imóvel, pago ao vendedor como uma garantia da intenção de compra. Sua transferência normalmente é estabelecida no contrato de compra e venda assinado entre as partes, que não é intermediado pelo banco. O sinal é frequentemente pago antes mesmo de o financiamento ser aceito. 

O ideal é que o contrato de compra e venda estabeleça regras claras de devolução do sinal se o financiamento não for aprovado. Isso evita maiores esforços para recuperar esse valor. No entanto, você pode entrar na Justiça se o vendedor recusar esse reembolso. 

O artigo 51 do Código de Defesa do Consumidor, por exemplo, estabelece a invalidez de cláusulas contratuais que “estabeleçam obrigações consideradas iníquas, abusivas, que coloquem o consumidor em desvantagem exagerada, ou sejam incompatíveis com a boa-fé ou a eqüidade”.

O entendimento de que o dinheiro do sinal precisa ser devolvido se houver negativa do financiamento aparece em decisões de tribunais estaduais, como o TJRS e o  TJDF. Nesse sentido, a taxa de corretagem também não é devida pelo comprador se o financiamento não for aprovado. 

Para evitar dores de cabeça, especialistas recomendam que o contrato de compra e venda traga um prazo folgado de pagamento, o suficiente para contar com imprevistos no percurso do financiamento. Rafael Godoi, do time de financiamentos da Loft Cred, recomenda pelo menos 60 a 70 dias de prazo para o pagamento total do imóvel.

“Esse prazo tem que levar em conta a parte financiada e até a entrada, se ela vier do FGTS. Em geral, as pessoas acham que vão pagar o FGTS de entrada imediatamente, mas o financiamento precisa ser aprovado para que o valor do fundo seja transferido”, alerta.

Financiamento negado: posso tentar a aprovação novamente? 

A Caixa não aprovou meu financiamento, e agora? Não importa qual foi o banco procurado, você pode tentar a aprovação novamente caso tenha o financiamento negado – seja na mesma instituição, seja em uma outra. Não existe um período de “carência” que você tenha que esperar para falar com o banco de novo. Mas é importante entender o motivo da recusa para aumentar as chances de ser bem sucedido na próxima vez. 

Por isso, pode ser útil contar com especialistas nesse percurso. Esses profissionais ajudam você a encontrar um banco que queira financiar seu imóvel, e dão orientações caso apareçam pendências que precisam ser resolvidas. A Loft Cred oferece esse tipo de suporte sem qualquer custo.

Vídeo explica em que casos seu pedido de financiamento pode não ser aprovado

É possível ter o financiamento aprovado e depois negado?

Sim, é possível ter o financiamento aprovado e depois negado. Isso porque a análise de crédito não é a única etapa em que o banco pode identificar problemas que impeçam a transação. Na análise jurídica, ele checa uma série de documentos do comprador, do vendedor e do próprio imóvel. Se identificar uma pendência que não pode ser resolvida, como um registro de penhora na matrícula da propriedade, o banco pode recusar o crédito. 

Da mesma forma, inconsistências entre a documentação do imóvel e o laudo de avaliação dele também podem comprometer seu financiamento. Esse laudo é um documento que traz informações levantadas por uma empresa de engenharia (parceira do banco) sobre as condições do apartamento a ser comprado. 

Pode ser, por exemplo, que a empresa considere o imóvel inabitável – o que impediria que ele fosse usado pelo banco como garantia para a operação de crédito. Ou então que o comprador declare que ele é residencial, mas o engenheiro responsável descubra que ele tem uso comercial durante a vistoria. 

É importante lembrar que a análise de crédito é só a primeira análise do banco, e pode sair bem rápido. Ela leva em conta poucos documentos ou mesmo nenhuma documentação. Alguns bancos prometem essa análise pronta em uma hora ou um dia. Mas até a assinatura do contrato, a instituição continua avaliando mais detalhes da operação. 

Financie com especialistas para aumentar suas chances de aprovação

Quando um financiamento não é aprovado, às vezes o problema é um detalhe pontual, que poderia ser resolvido se o comprador tivesse a ajuda de especialistas. É esse tipo de suporte que a Loft Cred proporciona para você. Nossa equipe acompanha todas as etapas do processo, tirando suas dúvidas e mantendo contato direto com os bancos. 

Com profissionais experientes, a Loft Cred tenta resolver pendências assim que elas aparecem. Dessa forma, você não precisa lidar com problemas sozinho. Por trabalharmos com vários bancos parceiros, também aumentamos suas chances não só de ser aprovado por um deles, como também de encontrar as melhores taxas do mercado para o seu perfil.

Todo esse serviço da Loft Cred é gratuito e permite que você financie sem precisar ir a uma agência bancária várias vezes. Quer aproveitar logo esses benefícios? Faça uma simulação com a gente.

Outros assuntos que podem lhe interessar

Assine nossa Newsletter
Assine nossa newsletter