formulario-analise-de-credito-loft

Como funciona o envio de documentos para análise de crédito pela Loft Cred?

9 MINUTOS DE LEITURA

Durante um financiamento de imóvel, vários documentos são requisitados pelo banco, e é dever do comprador providenciar todos eles. Sem a documentação, a operação de crédito não avança. Por isso, ter ajuda de uma assessoria como a Loft Cred pode fazer a diferença entre um processo rápido e tranquilo e um processo arrastado e cheio de pendências com documentos. 

Neste artigo, vamos explicar como funciona o envio de documentos em um financiamento imobiliário, e como a Loft Cred assume esse envio e facilita a sua vida. Também vamos mostrar quais documentos são necessários para a contratação de crédito, e por que os bancos analisam a documentação que você manda. 

Ao longo deste artigo, você vai saber melhor: 

  • Em que etapas você precisa enviar documentos ao banco?
  • O que é análise de crédito?
  • O que é análise jurídica?
  • Quais documentos são necessários para financiar um imóvel?
  • Como enviar seus documentos via Loft Cred
  • O que são formulários de financiamento e como enviá-los?
  • Como resolver pendências com a documentação?

Em que etapas você precisa enviar documentos ao banco?

Basicamente, você precisa enviar documentos ao banco em duas etapas do financiamento: a análise de crédito e a análise jurídica. Parte dos documentos providenciados, como os documentos pessoais, têm informações que vão constar no contrato de financiamento assinado com o banco.

Os pedidos de documentos variam de acordo com a instituição com a qual você escolhe financiar. Variam também conforme a comarca do imóvel – em algumas regiões, certos documentos são exigidos para que a operação seja registrada em cartório. “A exigência cartorária depende da região”, pontua Felipe Soares, que atua como analista de negócios na Loft Cred

O que é análise de crédito?

A análise de crédito é o momento no qual o banco olha para  sua renda mensal (familiar) e para o seu histórico de pagamentos (que pode estar registrado por entidades de proteção ao crédito ou em listas internas elaboradas pelos próprios bancos). A partir dessas informações, a instituição avalia qual é o risco de você não honrar as parcelas da operação. 

Quanto menor esse risco, melhores são as chances do cliente. Tanto de ter o financiamento aprovado quanto de conseguir condições mais vantajosas. “O ponto importante é ter a renda adequada para o valor de crédito que o cliente solicita. Ele tem que entender que o financiamento não pode ultrapassar em 30% a renda líquida dele”, destaca Felipe Soares. Em geral, bancos aceitam financiar até 80% a 90% do preço do imóvel. 

Em geral, a análise de crédito é a primeira etapa do financiamento depois da simulação, que pode ser feita nos sites dos bancos ou em ferramentas gratuitas como a da Loft Cred. Para ser aprovado, é preciso preencher um cadastro com informações pessoais, de renda e sobre a operação de crédito. 

Se você não é um cliente prévio, é bastante comum que o banco peça documentos para comprovar a sua renda mensal. Neste artigo, explicamos o que você precisa mostrar para comprovar seus ganhos mensais sendo autônomo, empresário ou assalariado. 

O que é análise jurídica 

A análise jurídica é a etapa seguinte à análise de crédito e à avaliação do imóvel por uma empresa especializada. Nela, o banco avalia a segurança daquela operação. Checa, principalmente, se alguma informação do vendedor ou da matrícula do imóvel pode ameaçar a transferência da propriedade. Lembremos que o apartamento financiado é a garantia que o banco terá do pagamento da dívida. 

Por isso, nessa etapa, a instituição pede documentos não apenas do comprador. Solicita também os do vendedor, que pode ter dívidas que comprometam a operação. “Ele pode ter um comprometimento consigo (dívida) que recaia sobre o imóvel. Todo banco faz essa apuração de CPF durante a análise jurídica”, explica Felipe Soares. 

O banco requisita ainda alguns documentos do imóvel. Com base neles, tenta identificar se há algum registro na matrícula que impeça a transação. Por exemplo: uma penhora, uma hipoteca ou mesmo a alienação da propriedade daquele imóvel a outro banco. Esse último caso acontece muito quando você compra um imóvel que ainda tem um saldo devedor em aberto com outra instituição financeira. 

É nessa etapa também que o comprador precisa entregar uma série de formulários preenchidos, com informações pessoais e de saúde, por exemplo. Ele deve ainda providenciar documentos pessoais, certidões de casamento e a documentação necessária para movimentar o FGTS, se desejar fazer isso. 

Quais documentos são necessários para financiar um imóvel?

É claro que as demandas de documentação podem variar entre os bancos ou mesmo entre as localidades onde está situado o imóvel. Aqui, vamos mencionar os documentos mais essenciais e comuns para uma operação de financiamento, de acordo com os especialistas da Loft Cred: 

Para quem compra:

  • Documento de identificação (RG ou CNH)
  • Comprovante de estado civil (se não for solteiro). Se conviver em união estável, a escritura e o documento de identificação do companheiro ou companheira devem ser encaminhados
  • Comprovante de endereço

Para quem vende (se pessoa física): 

  • Documento de identificação (RG ou CNH)
  • Comprovante de estado civil (se não for solteiro). Se conviver em união estável, a escritura e o documento de identificação do companheiro ou companheira devem ser encaminhados
  • Endereço de residência

Para quem vende (se pessoa jurídica): 

  • Contrato social com últimas alterações ou consolidações (se for empresa LTDA)
  • Estatuto social da empresa com as últimas alterações ou consolidações (se for S.A.)
  • Contrato social com alterações ou consolidações com carimbo da junta comercial (se for MEI)
  • Declaração de Firma Mercantil Individual (se for empresa individual)
  • Carta ou declaração informando quem representará a pessoa jurídica na assinatura do contrato, informando dados pessoais sobre essa pessoa e a última alteração contratual

Para o uso do FGTS:

  • Comprovante de endereço atualizado em até 60 dias, no nome de quem utilizará o recurso
  • Extrato atualizado do FGTS, emitido pela Caixa
  • Declaração de Imposto de Renda do último exercício (se houver)
  • Se casado ou em união estável, o Imposto de Renda da ou do cônjuge ou convivente

Para o imóvel financiado:

  • Matrícula do imóvel, dentro da validade de 30 dias
  • IPTU do ano vigente
  • Se o imóvel estiver com saldo financiado em algum outro banco além do escolhido para financiamento, é necessário providenciar os dados do gerente desse banco

Como enviar seus documentos via Loft Cred

A Loft Cred, enquanto assessoria de imobiliária, dá suporte aos clientes para que financiem com bancos parceiros. Sendo assim, ela funciona como uma interface entre compradores e bancos. Nosso time cuida de todo o processo de obtenção de crédito, de forma que você não precise se comunicar direto com o banco para providenciar documentos ou resolver pendências. 


Dessa forma, a Loft Cred é que orienta o cliente e encaminha sua documentação ao banco. Caberá a você apenas reunir os documentos pedidos e submetê-los, pela internet, à nossa equipe. Todo esse envio é feito por meio de um link para uma plataforma chamada Arena

A Arena funciona como uma “nuvem” onde você pode subir arquivos. É claro que, antes de você fazer isso, nosso time envia uma lista personalizada de documentos necessários para você financiar com o banco que escolheu. 

Outra vantagem da Loft Cred é que você não precisa correr atrás dos documentos do vendedor. É a nossa equipe que entra em contato com ele e pede toda a documentação necessária. 

O que são formulários de financiamento e como enviá-los?

Além dos documentos em si, você também precisa preencher uma série de formulários. Eles são importantes para que o banco registre várias de suas informações, e também para a aquisição de seguros obrigatórios para o financiamento. Principalmente o seguro por Morte e Invalidez Permanente, que demanda informações de saúde. 

No entanto, financiando com a Loft Cred, você não precisa preencher formulários sozinho.  Nossa equipe faz isso por você, com base nas informações e documentos que recebemos. Você só precisa conferi-los antes de enviarmos ao banco. 

Como resolver pendências com a documentação?

É comum que o banco peça documentos adicionais, dependendo do seu perfil e do porte da operação de crédito. Também é possível que apareçam pendências ao longo desse processo. Um registro de alienação fiduciária na matrícula do imóvel, por exemplo (o que quer dizer que aquela propriedade está cedida a outro banco). Ou então a necessidade de verificar mais comprovantes de renda do comprador antes de prosseguir com a operação. 

Seja qual for o caso, é muito importante que você não esteja sozinho na empreitada, e que possa contar com especialistas. É por isso que a Loft Cred torna a sua vida mais fácil ao assumir toda a comunicação com o banco parceiro, além de todas as burocracias relacionadas a registros cartorários e emissão de impostos obrigatórios. 

De forma resumida, nosso time cuida integralmente do seu financiamento. Se aparecer alguma pendência, tentamos resolvê-la o mais rápido possível. Se for preciso providenciar mais documentos, pedimos a você e repassamos ao banco. Em todo o processo, você vai ser orientado quanto ao motivo de cada pedido e à importância dele para o processo. 

Assim, o envio de documentos ao longo do financiamento fica bem mais fácil. E todo o suporte da Loft Cred não tem custos adicionais para seu financiamento. Como nosso contato não é presencial, permite também que você consiga comprar seu próximo apartamento sem sair de casa. 

Conte com o suporte da Loft Cred para facilitar o envio de documentos

Outros assuntos que podem lhe interessar

Assine nossa Newsletter
Assine nossa newsletter