Glossário do mercado imobiliário: 25 termos importantes

glossario-mercado-imobiliario
Tempo de leitura: 4 minutos

Alvará, fiador, vistoria, indexação, contrato de gaveta: entenda estas e outras palavras comuns no dia a dia do mercado imobiliário.

Neste glossário do mercado imobiliário, a Loft cita 25 termos comuns na área e muito importantes para quem está no processo de busca por apartamentos, seja ao avaliar a planta ou ao pesquisar melhores condições de financiamento

Alienação fiduciária

Muito importante ao financiar apartamento, a alienação fiduciária é um instrumento através do qual a propriedade do imóvel só é do comprador após a quitação da dívida. O tomador fica com a posse do bem (para utilizá-lo) e o credor, com a propriedade do bem. Quando o pagamento é concluído, o tomador fica com a posse e a propriedade. 

Alvará

Documento emitido por órgãos públicos que autoriza ações em determinados espaços. Mudanças estruturais e diminuição ou aumento de áreas construídas, por exemplo, precisam dessa autorização.

Amortização

Parte da prestação do financiamento imobiliário destinada a abater o saldo devedor. Ou seja, é a parte da parcela sem os juros.

Área comum

Espaços compartilhados e acessíveis a todas as pessoas que moram ou trabalham em um condomínio. Por exemplo: piscina, brinquedoteca, academia corredores, elevadores, portaria, etc.

Averbação 

Feita no Cartório de Registro de Imóveis, descreve alterações estruturais e de outros tipos em relação a um bem imobiliário. 

Caução 

Bastante comum em aluguéis no Brasil, caução é um tipo de garantia (na forma de depósito bancário ou cheque) que assegura uma das partes que os compromissos financeiros acordados serão cumpridos. 

Contrato de gaveta 

Um contrato entre as partes, comprador e vendedor, que descreve a aquisição do imóvel em questão e as condições envolvidas. Estar na “gaveta” significa que o contrato não é oficial ou registrado publicamente – o que não é juridicamente seguro, vale dizer.

Crédito imobiliário

Envolve as linhas de empréstimo oferecidas pelos bancos para financiar a compra e reforma de bens imobiliários, incluindo casas, apartamentos e terrenos. 

Escritura

Documento público e registrado em cartório que descreve a transferência de posse de um imóvel de uma pessoa para outra e sob quais condições. No processo de compra e venda de imóveis, assinar a escritura é o que torna a operação legal. 

Fiador

Pessoa que se responsabiliza pelos compromissos contratuais de outra. 

Financiamento imobiliário

Tipo de empréstimo a longo prazo (em até 420 meses, ou 35 anos) concedido por instituições financeiras exclusivamente para a aquisição de imóveis. 

Quer saber mais sobre a assessoria de financiamento imobiliário 100% gratuita da Loft? Clique aqui!

INCC (Índice Nacional de Custo de Construção)

Índice calculado mensalmente pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) para medir a oscilação de preços de matéria-prima e mão de obra em construções habitacionais. Costuma ser aplicado para corrigir parcelas de financiamento imobiliário no caso de imóveis em construção.

Indexação

Quando um valor é ajustado de acordo com um índice, ou indexador, econômico. É aplicado pelos bancos nas taxas de juros para corrigir o valor, ou seja, para que o dinheiro não se desvalorize com o tempo.

IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo)

Índice oficial que mede a inflação no país. É calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e pode ser aplicado em contratos de financiamento como um indexador da taxa de juros, corrigindo-a mensalmente.

ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis)

É um dos impostos envolvidos na compra e venda de imóveis. A tributação deve ser paga pelo comprador. 

Matrícula do imóvel

Registro do imóvel e de todas as suas características (localização, metragem, planta, histórico de proprietários) no Cartório de Registro de Imóveis. Seu número é sempre o mesmo.

Permuta de imóveis

Quando uma pessoa troca seu bem imobiliário por outro. Uma permuta pode ser feita sem torna (uma coisa pela outra) ou com torna (um acréscimo em dinheiro por um dos bens). 

SAC (Sistema de Amortização Constante)

Tipo de método usado para calcular as parcelas de financiamento imobiliário. Nele, a amortização (valor destinado a abater o saldo devedor) é constante ao longo de todo o processo, o que significa que a primeira parcela é a mais cara e o valor diminui com o tempo. A alternativa ao SAC é a Tabela PRICE, que também está neste glossário do mercado imobiliário.

Saldo devedor

Valor devido à instituição financeira. É abatido mensalmente com o pagamento das parcelas do financiamento imobiliário. Bancos costumam financiar até 80% do valor do imóvel.

Selic (Sistema Especial de Liquidação e Custódia)

Taxa básica de juros do país. É estabelecida pelo Banco Central do Brasil e serve como referência para outras instituições bancárias.


SFH (Sistema Financeiro da Habitação)

Modelo de financiamento imobiliário determinado pela lei brasileira em termos de prazo máximo (420 meses), juros máximos (12% ao ano) e valor máximo do imóvel (R$ 1,5 milhão). Quando aplicado, permite utilizar o saldo de FGTS para dar entrada em um imóvel ou abater seu saldo devedor. 

SFI (Sistema Financeiro Imobiliário)

O outro modelo de financiamento imobiliário do país deixa clientes e bancos livres para negociarem as melhores condições no mercado.

Tabela PRICE

Método de cálculo de amortização em que as parcelas de um financiamento têm sempre o mesmo preço e, internamente, o valor da amortização cresce com o tempo. A alternativa à Tabela Price é o SAC.

TR (Taxa Referencial)

Taxa determinada pelo Banco Central do Brasil para controlar a inflação. Costuma ser aplicada como indexadora da taxa de juros de um financiamento imobiliário.

Vistoria de imóvel

Inspeção de um determinado imóvel para garantir que está tudo nos conformes em relação ao contrato. Para conceder um financiamento imobiliário, os bancos exigem vistorias feitas por especialistas.


Agora que você já leu o glossário do mercado imobiliário, dê uma olhada nos apartamentos à venda no site da Loft e tenha as melhores condições de financiamento do mercado.