Fazer investimento em imóveis ainda é um bom negócio? Saiba como está o mercado!

investimento-em-imoveis
Tempo de leitura: 5 minutos

Com a economia buscando se normalizar e bons preços para compra de imóveis, pode ser o momento para quem estava esperando para dar o próximo passo nos investimentos; confira as vantagens de fazer negócios imobiliários este ano.

Nesse artigo você encontrará:

  • 5 motivos para fazer investimentos em imóveis
  • Vale a pena investir em imóveis na planta?
  • Vale a pena investir em imóveis usados, salas comerciais e fundos de investimento?
  • Como a Loft pode ser de ajuda no seu investimento imobiliário

Se os últimos cinco anos foram marcados por muitos momentos de dúvida para os investidores, o jogo parecia virar de vez em 2020. A previsão era de aquecimento da economia de modo geral, inclusive do mercado imobiliário, e isso fazia do investimento em imóveis um bom negócio para os próximos anos, porém quem imaginava que seriamos afetados por uma pandemia de escala mundial?

O otimismo na economia pré novo coronavírus vinha de alguns fatores, com destaque para a aprovação das reformas propostas pelo governo federal, que deram confiança ao mercado como um todo. Nesse cenário, moradia e mercado imobiliário seriam impactados diretamente. 

Não houve muito tempo para esse otimismo se manter em meio à rápida crise mundial que se estende pelo restante de 2020, porém o setor imobiliário parece manter esperanças de um retomada mais rápida do que os demais setores. A valorização de edifícios residenciais em detrimento de complexos comerciais e empreendimentos mais espalhados pelos grandes centros urbanos parecem puxar as novas demandas trazidas pelo consumidor segundo matéria do Estadão.

“Nos últimos quatro a cinco anos, o crescimento estava represado e a valorização dos imóveis também andava de lado. Acredito que, com as ações macro do governo funcionando e o acesso mais fácil e atrativo ao crédito, mais gente que estava pensando em trocar de imóvel vai trocar efetivamente. E quem estava precisando trocar, vai conseguir fazê-lo de uma forma melhor”, explicou Raphael Tomé, do time de Sales da Loft pouco antes das grandes mudanças trazidas pela questão de saúde pública que enfrentamos.

A Folha de SP projeta crescimento no setor imobiliário já para o segundo semestre de 2020.

É importante lembrar que no início de 2020, a Caixa Econômica Federal reduziu as taxas de juros para financiamentos de imóveis com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) e saldos devedores atualizados pela Taxa Referencial (TR).

“O investimento em imóveis tem retornos sempre acima da inflação, com baixo risco e baixa liquidez comparativamente com mercados de risco como bolsa de valores, por exemplo”, explica Nelson Parisi Júnior, presidente da Rede Imobiliária Secovi. 

A inflação mais baixa faz com que os juros acompanhem. Hoje, o dinheiro investido tende a trazer um resultado mais alto do que os juros que o investidor paga. Assim, o momento continua favorável para compra ou troca de imóveis em todo o Brasil, especialmente em grandes cidades como São Paulo. 

5 motivos para fazer investimento em imóveis

É importante fazer uma análise criteriosa para investir em momentos de crise como o que vivemos, mas são nesses mesmos momentos que surgem oportunidades especiais de negócio. Confira 5 bons motivos para fazer investimento em imóveis e dê início ao planejamento: 

1) Segurança contra oscilações da economia

Uma máxima do mercado é que investimentos de risco, como o mercado de ações, tende a trazer rendimentos mais altos do que o mercado imobiliário, por exemplo. Mas então por que todo mundo não investe em ações? 

A resposta está justamente no risco: você pode perder tudo em uma única onda de desvalorização do negócio em que investiu. No caso de investimento em imóveis, você tem a segurança de ter um bem em seu nome, não importa o momento da economia. A previsão de crescimento do setor trazida matéria da Folha é uma prova dessa afirmação.

2) Investimento de parte do seu capital

Com a baixa na taxa de juros dos financiamentos, fazer investimento em imóveis se tornou mais fácil – e mais barato. Não é preciso colocar todo o seu capital em um único investimento. Você pode dar 20% do valor do imóvel de entrada e financiar o saldo, por exemplo. Depois, as parcelas do financiamento podem ser pagas com o aluguel do apartamento. 

“Os pequenos investidores já estão comprando apartamentos para alugar. Se ele tem 500 mil ou 1 milhão de reais, por exemplo, ele não precisa colocar todo o dinheiro no imóvel. Pode dar 20% e pagar uma taxa de juros baixa. Quase sempre, o aluguel já paga o financiamento. Você tem um ativo investindo apenas 20%. Temos feito muitos negócios desse tipo na Loft”, aponta Raphael.

3) Renda fixa com aluguel

Como mencionamos, após investir apenas parte do montante que você tem de economias, é possível alugar o apartamento que comprou, seja usado ou na planta. O valor pode ser usado para pagar o financiamento ou, caso tenha comprado à vista, para ter uma renda fixa mensal, que pode ser reinvestida ou usada para as despesas da família.

4) Potencial de valorização

Uma das dicas para fazer investimento em imóveis passa pela análise da melhor localização. Ser capaz de perceber que um bairro vai passar por um boom de valorização nos próximos anos, como é o caso da Vila Olímpia e da Vila Madalena, pode ser o grande diferencial de um investidor.

Além disso, o imóvel pode ganhar valor de mercado se for reformado. Em São Paulo, os melhores bairros já não comportam novos empreendimentos imobiliários. Isso leva a uma demanda por apartamentos reformados por parte de quem quer morar nos Jardins, por exemplo, sem abrir mão de ter um apartamento novo.

5) Possibilidade de venda

Ter um apartamento ou uma sala comercial em seu nome é uma carta na manga caso você precise de um grande montante de dinheiro no futuro. Como a tendência dos imóveis geralmente é de valorização, é natural que, caso deseje vender, você consiga um valor maior do que aquilo que pagou pelo bem.

LEIA TAMBÉM: Quais fatores podem prejudicar o valor do seu imóvel numa venda?

fazer investimento em imóveis na planta é um bom negócio?

A Pesquisa do Mercado Imobiliário, realizada pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação), mostrou que em novembro de 2019 houve a comercialização de 4.974 unidades residenciais novas. O resultado foi 43,5% superior ao total comercializado em outubro (3.467 unidades) e superou em 29,4% as vendas de novembro de 2018 (3.843 unidades).

Os imóveis de 2 dormitórios destacaram-se com o maior volume de vendas (2.122 unidades), enquanto os apartamentos de 1 dormitório tiveram a maior quantidade de lançamentos (3.629 unidades). Os imóveis com menos de 45 m² lideraram em quase todos os indicadores, o que sugere a crescente procura por essas unidades. Sendo assim, fazer investimento em imóveis na planta é um bom negócio, sim, especialmente para quem pretende entrar no mercado de aluguel.

Vale a pena fazer investimento em imóveis usados, salas comerciais e fundos de investimento?

Imóveis menores lideram os investimentos por serem mais baratos e por terem uma demanda crescente. Mas eles não precisam ser novos, comprados na planta. Como mencionamos, em São Paulo, as melhores regiões já não podem ter lançamentos imobiliários. Então, é necessário movimentar o mercado de imóveis existentes, pois os compradores e locatários não abrem mão de morar em bons bairros da cidade.

É por isso que fazer investimento em imóveis vale a pena inclusive quando são apartamentos usados. As unidades acima de 50 m² se tornam uma ótima alternativa para investidores, uma vez que atendem muita gente que procura para morar e quer alugar nos melhores bairros da cidade. E se forem reformados, é possível conseguir um valor maior de aluguel e ainda garantir a valorização do bem em uma venda no futuro.

“Ter um vendedor de imóvel que ainda faz a reforma para você é muito atrativo e conveniente. Quando se compra um apartamento da Loft, por exemplo, temos uma diligência jurídica para garantir a documentação e garantia de obra e adicionais. Você tem um imóvel novo em um apartamento existente”, define Raphael Tomé, da Loft.

LEIA TAMBÉM: Loft Select – conheça os apartamentos especiais da Loft!

Para investidores mais experientes, também vale a pena fazer investimento em imóveis comerciais e em fundos de investimento. Uma sala comercial na Vila Olímpia deve se manter em curva positiva de valorização por anos – e para esse bairro, a previsão é a mesma para imóveis residenciais.

“A expectativa é que, com o crescimento da economia, valorize-se mais bairros. É um bom momento para comprar e acredito que vai continuar sendo bom para compra pelos próximos dois anos”, completa Raphael. 

A Loft pode te ajudar a fazer investimento rentáveis em imóveis!

Em sintonia com a crença de uma grande recuperação para o mercado imobiliário, a Loft tem apartamentos à venda em toda São Paulo e também na cidade do Rio de Janeiro. Confira nossos apartamentos à venda e comece a planejar seu investimento!