Kitnet: A onda dos apartamentos compactos veio para ficar

Tempo de leitura: 4 minutos

Apartamentos pequenos lideram a lista de lançamentos em São Paulo. Saiba as vantagens de investir neste tipo de imóvel e como montar um lar funcional e confortável mesmo com pouca metragem

Sair da casa dos pais é uma grande realização. Acontece que, em boa parte das vezes, comprar o primeiro apartamento significa adquirir uma kitnet ou, como é mais comum hoje em dia, um studio. Este tipo de apartamento tem o tamanho ideal para quem vai morar sozinho ou é recém-casado.

Em apartamentos tipo kitnet, a pouca metragem não precisa ser um problema. Basta que você encare de cabeça aberta o desafio de aproveitar cada centímetro para montar uma casa confortável e funcional. Um projeto de marcenaria sob medida será fundamental para criar um lar organizado, assim como procurar não acumular objetos desnecessários.

kitnet-bege-loft
O Desafio dos espaços compartilhados pode inclusive trazes soluções interessantes em conceito de decoração

Alguns truques são frequentemente usados por arquitetos e designers de interiores para dar sensação de amplitude a espaços pequenos. Espelhos na sala de jantar, transparências em cortinas e cores neutras nos acabamentos fazem parte da lista.

“Deixe a personalidade se manifestar de outra maneira, pois a cor errada numa parede de um apartamento pequeno pode trazer um mal estar grande no dia a dia. Há móveis específicos para esse tipo de ambiente hoje, que trazem características marcantes e mais de uma possibilidade de uso para o ambiente”, indica André Oliveira, arquiteto que trabalha na Loft.

Inspire-se em projetos de decoração para kitnet

O que é kitnet – o famoso conjugado

Diferente do que se imagina, o apartamento kitnet não tem necessariamente uma metragem pequena. O que define o que é kitnet é o fato do imóvel ter apenas um cômodo, fora o banheiro. Antigamente conhecida como apartamento conjugado, a kitnet tem sala e quarto integrados e uma compacta cozinha.

“São comuns kitnets com metragem máxima de 50 m². A metragem está mais relacionada às leis construtivas da cidade onde o apartamento se encontra”, explica André. Em agosto deste ano, os imóveis com menos de 45 m² foram os mais comercializados em São Paulo, de acordo com pesquisa do SECOVI-SP (Sindicato da Habitação). Cerca de 3200 unidades foram vendidas e mais de 4300 novos apartamentos foram lançados no mercado.

No caso de kitnet com metragem reduzida, muitas incorporadoras já preveem, no projeto do condomínio, áreas para lavanderia comunitária e espaço pet. Afinal, mesmo em uma kitnet, você pode realizar o sonho de ter um cachorro em apartamento.

Kitnet ou studio: bom negócio para quem vai morar sozinho

O apartamento kitnet ou studio pode ser definido, a grosso modo, como um loft pequeno. São ótimas opções tanto para quem está comprando o primeiro apartamento para morar sozinho quanto para quem quer começar a investir no mercado imobiliário.

Além do valor mais acessível devido à menor metragem, esses apartamentos costumam estar localizados em áreas centrais e repletas de serviços, como bares, restaurantes e shoppings. Tudo isso atrai um público jovem, que está começando a vida e deseja fazer o bom negócio de morar próximo a muitas opções de lazer.

kitnet-conjugado-loft
Na decoração de kitnet, aposte em tons neutros e cores claras para paredes e acabamentos, assim terá maior sensação de amplitude

De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo, o Plano Diretor da capital paulista é um dos responsáveis pela maior oferta de apartamentos pequenos, especialmente em áreas mais adensadas, como os bairros de Pinheiros e Vila Madalena. O plano estabelece que prédios no entorno de corredores de ônibus e estações de metrô tenham, no máximo, uma vaga de garagem por apartamento – o que leva à construção de unidades menores, onde morem no máximo duas pessoas.

LEIA TAMBÉM: Como promover um chá de casa nova para os amigos mais próximos?

O objetivo é justamente desestimular o uso de carros em áreas mais povoadas, onde há oferta de transporte público. Mas quem mora em Pinheiros, especialmente o público mais jovem, dificilmente precisa tirar o carro da garagem, já que há quatro estações de metrô no bairro, além de ciclovias e corredores de ônibus.

Hora de investir: de olho no preço metro quadrado em SP

Para fazer um bom negócio é preciso acompanhar o preço do metro quadrado em SP, mais especificamente do bairro onde quer morar. Em Moema, por exemplo, o valor está na casa dos 10 mil reais, diz a EXAME. O reaquecimento do setor imobiliário ainda não elevou os preços, apenas as vendas aumentaram. Por isso, de acordo com especialistas, este é o momento ideal para compra.

O Secovi mostra que os lançamentos de novos empreendimentos bateram recorde em agosto, com 6.064 unidades lançadas. O estudo indicou a comercialização de 4.405 imóveis novos.

No acumulado de janeiro a agosto de 2019, foram lançadas 28.013 unidades e vendidas 26.434 unidades, o melhor resultado acumulado da série da pesquisa, iniciada no ano de 2004. Com o mercado aquecido, vale a pena planejar a compra de um apartamento, seja ele uma kitnet ou um imóvel com mais dormitórios.

O momento também é animador para quem quer começar a investir em imóveis para renda. A pesquisa mensal de locação residencial do Secovi-SP (Sindicato da Habitação), que monitora o comportamento do mercado de aluguéis na capital paulista, apontou um crescimento de 5,90% no período acumulado de 12 meses (outubro de 2018 a setembro de 2019).

Encontre o apartamento ideal com a Loft

Pouco mais de um ano após sua fundação, a Loft já tem centenas de opções de imóveis à venda em São Paulo, inclusive nos bairros de Pinheiros e Vila Madalena. Nossos apartamentos são entregues reformados, com infraestrutura (elétrica, hidráulica, luminotécnica) 100% refeita e com um perfil de cores neutras nas paredes e acabamentos, que pode servir de base para uma decoração que seja a sua cara. Conheça nosso portfólio de apartamentos à venda e acompanhe as informações mais importantes sobre mercado imobiliário no no blog da Loft!