Loft indica: 5 livros de negócios para ler durante e pós a quarentena!

livros-negocios-quarentena-loft
Tempo de leitura: 5 minutos

Confira opções que incluem os livros de negócios favoritos de Warren Buffett e Bill Gates, mais dicas para fixar o conteúdo e colocá-lo em prática!

Pode notar: as prateleiras de livros de negócios não param de crescer e estão cheias de títulos similares entre si. Como o tempo não é um recurso infinito, saber o que buscar já é meio caminho andado para fazer uma escolha certeira e realmente encontrar algo útil.

Para tornar essa jornada de crescimento mais simples, o blog da Loft selecionou 5 livros de negócios com lições para aplicar no dia a dia, seja ao cultivar uma nova perspectiva ou aprender a investir seus ganhos de forma longeva e acertada.

5 livros de negócios para ler o quanto antes

Mindset – A Nova Psicologia do Sucesso, por Carol Dweck

Professora de psicologia da renomada Stanford University, a autora Carol Dweck aborda o conceito de mindset, que pode ser traduzido de forma aproximada como perspectiva. Ela explica que o mindset é crucial para o desenvolvimento de alguém, seja pessoal ou profissionalmente, porque afeta diretamente como a pessoa lida com obstáculos.

Através de suas pesquisas, Dweck mostra que existe o mindset fixo (basicamente, você nasce com o que você tem e se desestimula com fracassos) e o mindset progressivo (você é capaz de aprender e se desenvolver, sem ter medo de falhar até se tornar melhor em determinada coisa). 

Ao saber qual deles é preponderante em você, visto que ninguém é totalmente um ou outro, é possível “ajustar as velas” e a forma de ver o mundo rumo ao seu objetivo. 

Você talvez já tenha topado com vídeo abaixo: é uma TED Talk que viralizou em que Carol Dweck apresenta o conceito que desenvolveu no livro, e uma boa introdução ao tema! 



O Poder 80/20: Como aplicar as Leis da Natureza em sua Vida e nos Negócios, por Cristina Sant’Anna e Richard Koch

Richard Koch já tinha apresentado o princípio 80/20 em outro best seller de negócios com esse nome, e retorna para continuar a desenvolver sua ideia de que 80% do que você quer é resultado de 20% de suas ações.

Nesse livro de negócios, Koch analisa sua ciência do sucesso a partir das leis da natureza, comparando situações como mercados ultra competitivos e os efeitos do princípio fundamental da dinâmica e desenvolvimento de novos produtos dentro do contexto de seleção natural.

Dividido em três partes, ele aplica insights de operações e dinâmica de negócios a biologia, física e análise de sistemas complexos – tais como caos, auto organização e entropia. Para facilitar a aquisição de conteúdo, cada capítulo conta com diversos pontos de resumo. 


Acima, vídeo rápido explica o principal conceito de Richard Koch: o princípio 80/20

Leia também: Conheça o atual perfil do consumidor do mercado imobiliário

O Investidor Inteligente, por Benjamin Graham

Considerado o investidor mais bem sucedido do mundo, o americano Warren Buffett não se cansa de recomendar O Investidor Inteligente, um guia prática para ganhar dinheiro na bolsa de valores. 

Para quem quer aprender mais sobre o funcionamento do mercado de ações e de investimentos, assim como conceitos essenciais de educação financeira, é uma escolha acertada. 

Entre suas principais lições – e que acabou se tornando marca registrada do estilo de Buffett – está o conceito de “valor de investimento”: o investidor escolhe cuidadosamente ações de alta qualidade que estejam em um momento de baixa, já com foco no longo prazo, quando voltarão a crescer. 

O Dilema da Inovação: Quando as Novas Tecnologias Levam as Empresas ao Fracasso, por Clayton M. Christensen

Apesar de ter sido publicado antes de boa parte das grandes empresas de tecnologia que comandam o mundo hoje existirem, segue um livro bastante atual. 

Seu autor é professor da Harvard Business School e explora como avaliar os riscos necessários para crescer e disrupcionar mercados, mesmo entre empresas que já são consolidadas – e que, como a história mostra, quando não o fazem, ficam para trás. 

Essa é uma parte do dilema. A outra é que tipo de inovação incentivar, e em qual momento: uma inovação de sustentação (que melhora o que já existe) ou de ruptura (que muda radicalmente o mercado)? 

Para o autor, grandes empresas que não enxergam o momento de arriscar algo novo fracassam por continuarem fazendo as coisas certas, do “jeito certo” – até que ele se torne obsoleto por uma inovação que outros tiveram coragem de fazer.

Através de estudos de caso, Christensen traça um conjunto de regras para aproveitar as oportunidades inovadoras quando elas surgem. Especialmente útil em tempos de mudanças constantes como hoje!  


No vídeo acima, Clayton Christensen apresenta o conceito de “inovação disruptiva”

Aventuras Empresariais, por John Brooks

É sabido que Bill Gates lê muito, e lê o tempo todo. Por isso, quando ele anuncia que um dos melhores livros de negócios que ele já leu é Aventuras Empresariais, é melhor escutar: deve ser bom mesmo. 

Trata-se de uma coletânea de artigos de jornalismo econômico publicados anos 1960 na revista The New Yorker, considerada uma das melhores do mundo. Entre os casos contados estão bastidores de grandes empresas como Ford, G&E e Xerox.

Pode parecer simples demais, além de anacrônico, para um dos grandes livros de negócios. Mas Gates explicou seu raciocínio ao jornal The Wall Street Journal: “Com certeza muitas particularidades sobre business mudaram [desde os anos 1960]. Mas os fundamentos continuam os mesmos. Os insights bastante profundos de Brooks sobre negócios continuam tão relevantes hoje quanto eram na época em que foram publicados”.

Isso porque o autor se aprofundou sobre a cultura, a mentalidade e os processos dentro de cada companhia, criando cenários de imersão sobre tomada de decisões que não ficam datados. Acaba virando um mergulho atemporal em cenários de alta complexidade dentro de empresas que marcaram o mundo.  

Dos livros de negócios à vida real: como aplicar essas informações?

Ler centenas de páginas sem conseguir fixar o conteúdo, especialmente no caso de livros de negócios, pode tornar o exercício menos útil pouco depois de fechar a obra. Afinal, as pessoas vão se esquecendo do que aprenderam.

A boa notícia é que as 5 dicas abaixo vão ajudá-lo a manter as principais lições em mente e enxergar como colocá-las em prática. 

Para iniciar esse processo, é preciso fazer anotações em um caderno ou uma página de Google Docs/Microsoft Word/equivalente, sempre identificando a página onde está o trecho em questão para poder consultá-lo rapidamente depois.

  1. Destaque parágrafos e frases relevantes

  2. Anote, em suas palavras, quais são as lições mais relevantes

  3. Logo depois de terminar um capítulo, faça um resumo mental de até 5 minutos: o que você aprendeu?

  4. Depois de terminar, resuma o livro todo e finja que está apresentando seu conteúdo para outra pessoa

  5. Releia suas anotações e reflita: quais ações que você pode testar/implementar em sua vida? Em seguida, trace um planejamento e coloque-as para rodar

Ao revisar o conteúdo que você anotou depois, vai ficar mais fácil aplicar os aprendizados no dia a dia. Agora sim: boa leitura!

Leia também: Tecnologia no mercado imobiliário: o que há de novo no setor?

TORNE-SE UM PARCEIRO DA LOFT

Atualmente, a Loft conta com mais de 11 mil corretores parceiros e quer que este número cresça cada vez mais. Entre as vantagens de ser nosso parceiro estão o fim do porta a porta, você pode vender o imóvel com a Loft (Loft Market) e para a Loft (Loft Go), um portfólio crescente de alto padrão, uma política clara de vínculo entre cliente e corretor e uma comissão de até 7% pela venda de imóveis da empresa. 

Contamos ainda com um app para facilitar o dia a dia dos parceiros, o Loft CorretoresConfira nossa política para corretores neste link e cadastre-se!