morar-na-republica

Recanto histórico de SP: como é morar no bairro da República

6 MINUTOS DE LEITURA

Arquitetura antiga se mistura à contemporânea no bairro da República; saiba como é viver rodeado de história e de ótima gastronomia em São Paulo

Poder resolver a vida a pé é um privilégio, ainda mais quando se está rodeado de muita história e arquitetura para alimentar os olhos. No bairro da República, em São Paulo (SP), isso é uma realidade. A região é um dos berços históricos da capital paulista e conta com edifícios de diferentes épocas, um deleite para os amantes de arquitetura.

Além disso, por estar no centro da cidade, você tem fácil acesso a qualquer outra região, seja de bicicleta, carro particular ou transporte público. A boa localização é fator decisivo para muitos investidores, seja para quem pensa em comprar para alugar ou para morar.

E como é morar na República, no centro de SP

Localizada no centro de São Paulo, bem no coração da cidade, a região da República começou a se desenvolver em 1892, depois da construção do Viaduto do Chá. As classes mais abastadas tinham imóveis por lá, geralmente sobrados ou apartamentos espaçosos, para que pudessem vir à cidade fechar negócios.

Atualmente, além dos prédios mais antigos, com apês amplos que podem ser reformados ao gosto do morador, também é possível encontrar opções de studios e apartamentos de um quarto. O bairro é muito bem servido de comércio, com farmácias, cafés, lojas de roupas e de eletrônicos. Também é possível chegar facilmente à região da Avenida Paulista e da Rua 25 de Março para outros serviços. 

Conheça a Praça da República!

Um dos cartões-postais de São Paulo, a Praça da República teve muitos nomes antes deste. “Um dos primeiros foi Praça das Milícias, por ter sido utilizada para treinamentos militares. Outro foi Largo dos Curros, por ter abrigado touradas e cavalgadas. Finalmente, recebeu a atual denominação após a Proclamação da República, em 1889, quando vereadores paulistanos alteraram o nome de várias praças e ruas da cidade”, relata a Veja São Paulo.

praca-da-republica-sp
A Praça da República hoje recebe uma feira de arte e artesanato aos fins de semana

A praça foi construída com base no modelo de urbanização europeu, e une o centro velho ao novo centro da cidade (região da avenida Paulista). Com o passar dos anos, o entorno da Praça da República foi ganhando presenças arquitetônicas ilustres, como os edifícios Esther (finalizado em 1938), São Luiz (1944), Eiffel (1956), Itália (1965), Copan (1966) e Hilton (1971).

Hoje, o local é muito famoso por sua Feira de Arte e Artesanato, que acontece aos fins de semana. São cerca de 600 barracas exibindo peças de artesanato, especialmente do Norte e do Nordeste, mas também de outros países latinoamericanos, como o Peru.

O que é legal de fazer no bairro da República

Como já contamos um pouco, o bairro da República, em São Paulo, reúne muitos tesouros históricos da capital paulista. Um deles é o Theatro Municipal de São Paulo, inaugurado em 1911, que fica a cerca de 5 minutos a pé da Praça da República. Palco de muitos espetáculos das artes cênicas, o teatro também é aberto à visitação educativa e possui projetos de formação em dança e música.

No caminho, dá para fazer uma parada no Sesc 24 de Maio, uma das maiores unidades do Sesc em São Paulo. Além de exposições, atividades educativas e esportivas, o local conta com restaurante a preços acessíveis e uma piscina no topo do prédio, que pode ser utilizada por quem possui cadastro.

copan-sp
O Edifício Copan, projetado por Oscar Niemeyer, é uma das joias arquitetônicas da República

Os amantes de arquitetura das décadas de 1950 e 1960 também não têm do que reclamar na República. Uma visita ao Copan e ao Edifício Itália com certeza serão de tirar o fôlego. A vista para a cidade e os detalhes arquitetônicos de Oscar Niemeyer (que projetou o Copan) já dão vontade de ser vizinho desses prédios icônicos ou, quem sabe, de investir em um imóvel em um deles.

Onde comer (muito bem) na República

A República tem opções de comes e bebes deliciosos e acessíveis para todos os gostos e bolsos. Se quiser fazer uma refeição mais especial, A Casa do Porco é uma ótima pedida. O restaurante foi eleito o melhor do Brasil pelo guia World’s 50 Best e o 17º melhor do mundo. O cardápio do chef Jefferson Rueda, junto à esposa Janaína Rueda, inclui menu degustação em 8 etapas ou opções de pratos à la carte.

Outros destaques do bairro são o Terraço Itália, restaurante que fica no topo do Edificio Itália, e o Esther Rooftop, dos chefs Olivier Anquier e Benoit Mathurin. Agora, para refeições mais descontraídas, não deixe de provar os hambúrgueres da Z Deli, a comida vietnamita do Bia Hoi SP e os cachorros-quentes do Hot Pork.

De sobremesa, você pode ir à porta ao lado do Hot Pork e provar um dos sorvetes da Sorveteria do Centro, que contaram com a consultoria da premiada confeiteira Saiko Desu. Se preferir outro tipo de doce, uma opção para quitutes franceses é a Éclair Moi.

Na ala dos bares, o Sertó Bar, o Cama de Gato e o Bar da Dona Onça são endereços famosos na região. E para garantir as compras de frutas, legumes e pães frescos, faça uma parada dupla no Instituto Feira Livre e na padaria Assaz Orgânica.

Encontre um apartamento na República, bem no centro de SP

Viu só como a República é um dos berços da história de São Paulo? Seja para morar ou para investir, ter um apartamento na República é estar rodeado de prédios e monumentos históricos, ao mesmo tempo em que novas construções e obras de retrofit chegam para dar ainda mais vida à região.

A Loft tem apartamentos à venda no bairro e te ajuda a encontrar seu apê ideal na República:


Para ficar por dentro das novidades do mercado imobiliário, não deixe de acompanhar o blog da Loft!

Outros assuntos que podem lhe interessar

Assine nossa Newsletter
Assine nossa newsletter