Vantagens e desvantagens de morar perto de uma feira livre

feira-livre
Tempo de leitura: 4 minutos

Alimentos frescos, dicas de feirantes, sujeira e barulho desde a madrugada. Como se equilibram estes prós e contras?

Um apartamento localizado de forma impecável, com tudo perfeito ao seu redor… Isso provavelmente não existe, certo? Afinal, no dia a dia das cidades, existem prós e contras para cada situação.

Uma dessas situações é o acontecimento de feiras livres semanais, uma importante tradição brasileira. Ao mesmo tempo que é uma delícia poder comprar um pastel na porta de casa, há o outro lado de conviver com os sons variados de feirantes e clientes por horas – e por aí vai.

Morar (ou não) perto de uma feira livre é uma questão de perspectiva e de saber o que esperar. Saiba mais neste post!

Alimentação saudável e outras vantagens de ter uma feira livre por perto

Maior variedade de frutas, legumes e verduras

Na feira, onde há vários vendedores diferentes, é possível encontrar maior variedade de produtos do que nas prateleiras de um supermercado. É uma oportunidade de descobrir novos sabores e optar por alimentos mais frescos.

Economia nas compras (principalmente na hora da xepa)

Os feirantes estão sempre disponíveis para barganhar os preços. E tem ainda a hora da xepa, aquela última hora de feira antes do fechamento das barracas: é um momento de ótimas ofertas!

Incentivo a pequenos vendedores e produtores

Os feirantes podem tanto comprar seus alimentos e vendê-los quanto produzí-los em suas próprias terras. Isso significa que, ao consumir na feira, você está criando incentivo para toda uma cadeia de produtores de pequeno e médio porte no Brasil.

Dá para comprar (quase) tudo

Embora as estrelas sejam os produtos frescos, também é possível comprar grãos, ovos, geleias, queijos, doces, peixes, temperos e até mesmo apetrechos de cozinha na feira livre. Cada barraca tem sua especialidade!

feira-livre-graos
Na feira livre, é possível encontrar todo tipo de tempero em suas variadas formas

Pastel e caldo de cana: dupla imbatível

O grande hit das feiras é o clássico pastel de feira, que é frequentemente pareado com caldo de cana (com ou sem limão) ou água de coco. Uma iguaria brasileira!

Contato amistoso e sensação de comunidade

Frequentar uma feira livre perto de casa significa estabelecer laços com os feirantes que trabalham lá e, com o tempo, criar uma sensação de comunidade local, em que as pessoas se conhecem. 

Além disso, essa relação resulta em dicas valiosas, ajuda e ótimo serviço – muitos feirantes selecionam e entregam as compras na porta dos clientes de longa data, por exemplo.

É época de que?

Nos supermercados, não há muita oferta sazonal, nem variedade: você tem garantia de encontrar as mesmas coisas. Na feira livre, acontece o contrário: é sempre época de alguma coisa. Ao trabalhar com a sazonalidade, ela introduz novos sabores no cardápio – que ficam ainda melhores com as dicas imbatíveis de preparação oferecidas pelos feirantes.

No vídeo acima, a cozinheira Rita Lobo vai à feira livre e traz dicas sobre como escolher os melhores produtos

Barulho na porta de casa e outras desvantagens da feira livre

Para equilibrar a balança, nada mais justo do que falar das desvantagens de morar perto (demais) das feiras livres, certo?

Barulho desde a madrugada

A primeira e principal desvantagem é o barulho. Os feirantes começam a colocar suas barracas de pé ainda de madrugada e o movimento de carros e pessoas é intenso. Logo cedo, eles começam a cantar suas ofertas para atrair a clientela – algo que se estende até cerca de 14h, quando começa a desmontagem.

Locomoção restrita

Em dia de feira, quem tem carro estacionado na rua precisa acordar de madrugada para retirá-lo. E quem tem carro na garagem precisa esperar o fim do evento para utilizá-lo, visto que a rua fica interditada.

Necessidade de limpeza

Após o fim da feira livre, que envolve mais barulho na hora de desmontar as barracas, chega o serviço municipal de limpeza de ruas. Mesmo depois de esguichar o espaço com água e retirar o que sobrou em caminhões (o que leva um tempinho e traz sua dose de barulho), o cheiro de pós-feira ainda persiste por algumas horas

Morar perto é ótimo, já morar na rua da feira…

Entre os vizinhos de feiras livres, é aqui que mora a grande diferença: morar perto da feira livre é um belo diferencial, mas morar bem na rua em que ela acontece pode acarretar até na desvalorização do imóvel.

feira-livre-peixe
O pós-feira é marcado pelo cheiro de peixe, mesmo depois da limpeza

Como saber onde tem feira livre nesta rua?

Para não ser pego de surpresa com uma feira livre na porta de casa ao adquirir um imóvel, não se esqueça de perguntar para a vizinhança onde fica a feira mais próxima. 

E não se preocupe: as feiras livres são cadastradas junto às Prefeituras e não ocorrem de surpresa, nem costumam mudar de lugar. Em São Paulo, por exemplo, os locais em que elas acontecem são identificados com placas com dia da semana e horário em que a rua fica interditada para esse fim.

Além disso, São Paulo oferece o Feira Maps, que mapeia todas as feiras livres que ocorrem na cidade. No Rio de Janeiro, há um documento que relaciona endereços e dias de feira livre. 

Para completar, há o site Onde Tem Feira?, que lista as feiras livres ocorrentes em diversas cidades do Brasil.

Leia também: Descubra os benefícios de morar próximo ao trabalho