Cidade maravilhosa – um guia para morar no Rio de Janeiro

morar-rio-de-janeiro-loft
Tempo de leitura: 11 minutos

Quem ainda não mora, tem vontade de morar no Rio de Janeiro, e quem está lá, adora o lugar. Confira o que a cidade tem a oferecer e quais são os bairros mais cobiçados!

Cariocas são bacanas, sacanas e não gostam de dias nublados, já dizia a cantora Adriana Calcanhotto, e morar no Rio de Janeiro vai te mostrar isso e muito mais. A cidade que conecta mar e montanha tem 86 quilômetros de praias, além de lagoas, parques e muita vida ao ar livre para ser curtida. Ou seja: tudo o que pode fazer diferença na sua qualidade de vida.

“O estilo de vida dos cariocas é único. Eles aproveitam muito a vida na rua, curtindo as atrações culturais disponíveis bem como a natureza”, afirma Isabella Maringoni, gerente de Marketing da Loft.

Conhecida como cidade maravilhosa, o Rio recebeu em 2016, da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), o certificado de Patrimônio Mundial por sua Paisagem Cultural. Estão incluídos na paisagem as montanhas do Corcovado, com estátua do Cristo Redentor, o Pão de Açúcar, o Jardim Botânico, a Praia de Copacabana, o Aterro do Flamengo e a entrada da Baía de Guanabara.

cristo-redentor-morar-rio-de-janeiro-loft
Morar no Rio de Janeiro é conviver com a paisagem cultural da cidade, que inclui o Cristo Redentor e a Praia de Copacabana

A cidade tem hoje 6,6 milhões de habitantes. Como em toda grande metrópole do mundo, é preciso ter atenção com a segurança ao morar no Rio de Janeiro. Evitar andar com o celular na mão, escolher bem os lugares onde ir à noite e não caminhar por lugares ermos são algumas das dicas para quem quer viver na cidade.

Quanto custa comprar um apartamento para morar no Rio de Janeiro? O Índice FipeZap de Preços de Imóveis Anunciados, indicador que acompanha preços de venda e aluguel de imóveis no país, analisa centenas de milhares de anúncios online e apontou que o custo médio por metro quadrado na cidade, em junho, foi de R$ 9.431 por m². Na lista dos bairros mais valorizados estavam o Leblon (R$ 20.425/m²), Ipanema (R$ 18.590/m²), a Gávea (R$ 16.388/m²), a Lagoa (R$ 16.205/m²) e a Urca (R$ 15.280/m²).

Desde 2016, com a expansão do metrô ligando a zona sul à Barra da Tijuca, o Rio ganhou mais uma alternativa de transporte. A nova linha mexeu também com o mercado imobiliário, ao valorizar os apartamentos da região.

pao-de-acucar-morar-rio-de-janeiro-loft
O Pão de Açúcar está no bairro da Urca, um dos mais valorizados do Rio de Janeiro

É possível encontrar um apartamento de luxo em praticamente todos os bairros do Rio. A Loft compra, reforma e vende imóveis – todos eles modernizados e padronizados de acordo com o bairro e o perfil do apartamento – e está expandindo.as operações para a cidade.

“Por estarem próximos ao mar, os imóveis terão reformas que vão considerar layouts e materiais específicos do lifestyle carioca, e, próprios para a ação da maresia”, destaca Isabella Maringoni.

Qual é o melhor lugar para morar no Brasil?

O melhor lugar para morar no Brasil e em qualquer lugar do mundo sempre vai ser o local onde você se sente bem. Se optar pelo Rio de Janeiro, saiba que a capital do Estado tem um Índice de Desenvolvimento Humano (IDHM) de 0,799. 

A faixa é considerada alta por este indicador, que mede a qualidade de vida por meio do grau de escolaridade, da longevidade e da renda. O índice da capital fluminense é maior do que o de países como Uruguai (0,793), Peru (0,734) e Colômbia (0,720).

Moradores da capital fluminense costumam dizer que a cidade do Rio de Janeiro é provavelmente a mais acolhedora do mundo. Segundo eles, não existe distinção de vestimenta, cor, credo ou orientação sexual: todo mundo é bem-vindo em qualquer lugar.

praias-morar-rio-de-janeiro-loft
Morar no Rio de Janeiro é estar próximo ao mar – o que ajuda a aumentar a qualidade de vida

Há opções de lazer das mais diversas, mas os moradores sempre prezam por estar ao ar livre. É muito comum estar no Rio e migrar da praia para um bar, emendar em uma roda de samba e finalizar o dia em um restaurante tradicional.

Diversão: o que fazer no Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro já sediou os Jogos Panamericanos de 2007, hospedou jogos da Copa do Mundo de 2014 e recebeu os Jogos Olímpicos de 2016. Em janeiro deste ano, a cidade recebeu o título de primeira Capital Mundial da Arquitetura pela Unesco. O Rio vai ser o responsável por organizar o Congresso mundial da União Internacional dos Arquitetos entre 19 e 26 de julho de 2020.

A agenda tradicional também é certeira na lista do que fazer no Rio de Janeiro. No Carnaval, o desfile das escolas de samba e os bloquinhos de rua são boas opções. No Réveillon, além da famosa queima de fogos na Praia de Copacabana, há várias festas organizadas nos principais pontos turísticos da cidade, como o Pão de Açúcar. Há ainda grandes festivais de música como o Rock In Rio – a cada dois anos – e o Queremos

carnaval-brasil-morar-rio-de-janeiro-loft
O Carnaval do Sambódromo da Marquês de Sapucaí já é conhecido no mundo inteiro

Agora, se você quiser um programa tipicamente carioca, as dicas são: andar de bicicleta no Aterro do Flamengo, fazer uma trilha no Horto Florestal, ir ao Jardim Botânico ou ao samba da Feira da Glória, comer uma esfiha na Rotisseria Sírio Libaneza – popularmente conhecido como “árabe do Largo do Machado” -, assistir a um show no Circo Voador ou na Fundição Progresso, tomar uma cerveja na Mureta da Urca, bater palma para o pôr-do-sol em Ipanema e andar de pedalinho na Lagoa.

Isso tudo sem esquecer que a cidade abriga lindos museus. Inaugurado em dezembro de 2015, o Museu do Amanhã é o novo xodó dos cariocas. O local oferece uma narrativa sobre como poderemos viver e moldar os próximos 50 anos, a partir da sustentabilidade e da convivência. E do lado de fora do museu, há um espelho d’água – que você já deve ter visto em alguma foto no Instagram -, abastecido pela Baía de Guanabara. Além de lindo, o espelho d’água ajuda a reduzir em até 2 graus a temperatura ambiente.

No Rio, há sempre bons programas para todas as faixas etárias, opções musicais e tudo que você puder imaginar. Do funk à ópera, de bibliotecas a performances de rua, a cidade respira cultura. Morar no Rio de Janeiro vai se mostrar tudo isso.

museu-do-amanha-morar-rio-de-janeiro-loft
O Museu do Amanhã é uma das opções de lazer para quem mora ou visita o Rio de Janeiro

Zona Sul: melhores bairros para morar no Rio de Janeiro

A cidade do Rio de Janeiro é dividida em três zonas: Sul, Oeste e Norte. A zona sul tem um Índice de Desenvolvimento Humano de 0,901 – à frente da Islândia (0,899), Japão (0,891) e Bélgica (0,890). A faixa é considerada muito alta pelo indicador.

Localizada entre o mar e a montanha, a zona sul é a região que simboliza a imagem da capital fluminense. Começou sua expansão na segunda metade do século XIX após a  implantação do sistema de bondes.

Para pessoas que gostam mais de esportes e da vida outdoor, os melhores bairros para morar no Rio de Janeiro estão na orla: Copacabana, Ipanema e Leblon. Para jovens mais urbanos e que querem estar por dentro da cena descolada, vale a pena investir nos bairros de Botafogo, Humaitá e do Jardim Botânico. Agora, se você é amante de samba e da vida boêmia que o acompanha, é na área do Catete, da Glória e do Flamengo que pode encontrar seu apartamento no Rio de Janeiro.

centro-carioca-morar-rio-de-janeiro
Mais próximos ao centro, os bairros do Catete e do Flamengo garantem fácil acesso à boemia carioca

A zona sul tem ainda uma rede de transporte, com praticamente uma estação de metrô em cada bairro. A região conta também com estrutura de ciclovia. Quem quiser pedalar pela orla, sentindo aquela brisa do mar, não vai se arrepender!

Jardim Botânico

Localizado na encosta do Morro do Corcovado, o Jardim Botânico é uma das áreas mais fresquinhas do Rio. Isso porque o bairro conta com uma extensa faixa da Floresta da Tijuca. No verão, a vegetação ajuda a baixar as altas temperaturas da cidade. 

O Jardim Botânico tem o maior IDHM da cidade (0,959). O bairro conta com dois parques magistrais: um que leva seu nome – prove o café da manhã do La Bicyclette – e também o Parque Lage.

Leblon

É no Leblon que está o metro quadrado mais caro do Brasil e onde estão concentrados mais apartamentos de luxo no Rio de Janeiro. Ao lado de Ipanema, é um dos bairros mais badalados da cidade. 

Perca uma tarde para tomar um chope gelado no bar Jobi – ponto de encontro da boemia carioca desde 1956. “Quem nunca foi ao Jobi não conhece bem o Rio”, garantem os donos do bar. Se quiser um encontro mais romântico, vale apostar no restaurante L’Etoile, no 26º andar do Sheraton. Prepare-se para impressionar!

praias-leblon-morar-rio-de-janeiro-loft
O Leblon está logo ao lado de Ipanema e possui vista emoldurada do pôr-do-sol do Rio de Janeiro

Ipanema

Imortalizado nas canções da bossa nova, o bairro de Ipanema é vizinho ao Leblon e à Lagoa. Nos anos 50, a região era conhecida pela boemia dos escritores Rubem Braga, Fernando Sabino, Millôr Fernandes e dos músicos Vinicius de Moraes e Tom Jobim. Desde então, Ipanema se tornou um dos bairros mais cobiçados da cidade. 

É lá que você pode encontrar os amigos no Bar Astor, vendo o pôr-do-sol, ou pedir um Blood Mary no Baretto Londra, o elegante bar do hotel Fasano. Já se apresentaram no local, artistas como Caetano Veloso, Maria Rita, Bebel Gilberto, Edu Lobo e Terence Blanchard.

Copacabana

Bairro mais famoso da capital e imortalizado na canção de Dick Farney, que o apelidou de ‘Princesinha do Mar’, Copacabana mantém firme boa parte da história da cidade. O calçadão foi construído em 1906 com pedras pretas e brancas, apelidadas de ‘pedras portuguesas’, com padrão de onda toma cerca de 4 quilômetros da extensão da praia. 

praia-copacabana-calcadao-morar-rio-de-janeiro-loft
A Praia de Copacabana é um símbolo do Rio de Janeiro, com o calçadão de pedras portuguesas

O Copacabana Palace está com as portas de seus três restaurantes abertas para brunch, almoço ou jantar. Dois deles, o Cipriani e o Mee, foram premiados com uma estrela Michelin em 2019.

Lagoa

Para andar de bicicleta no entorno dos 7,5 quilômetros da Lagoa Rodrigo de Freitas ou dar uma volta de pedalinho não é preciso esperar o fim de semana ou as férias chegarem. Apenas morar no Rio de Janeiro. 

A Lagoa é um bairro de fácil acesso para quem vem de diversos outros: Copacabana, Ipanema, Leblon, Humaitá, Jardim Botânico e Gávea. Se depois do passeio a fome bater, é só correr para o Bar Lagoa, típico restaurante carioca, ou para algum dos muitos quiosques que circundam a Lagoa, como o Palaphita.

lagoa-rodrigo-freitas-morar-rio-de-janeiro-loft
Quem gosta de praticar exercícios ao ar livre vai adorar morar na Lagoa, com pista para corrida e ciclovia na porta de casa

Botafogo

No início dos anos 1900, Botafogo era considerado um bairro de passagem por causa dos dois túneis que levavam a Copacabana, saindo do centro da cidade. A região era predominantemente comercial. Parte do passado de Botafogo se manteve. O bairro ainda tem sua tradição de comércio, mas agora aliada a lazer e excelente moradia. 

Os apartamentos de luxo localizados na enseada de Botafogo têm uma das vistas mais bonitas da cidade: a Baía de Guanabara com o Pão de Açúcar ao fundo. Botafogo conta com uma estação de metrô, uma boa rede de hospitais e também colégios tradicionais na cidade, como o Santo Inácio e a Escola Alemã Corcovado.

museu-ruy-barbosa-morar-rio-de-janeiro-loft
O Museu Casa de Rui Barbosa funciona na chácara onde morou o escritor, no bairro de Botafogo, e é uma opção cultural na região

Humaitá

Colado a Botafogo, o Humaitá é uma daquelas preciosidades no meio da cidade grande. Mesmo com o crescimento da capital, o bairro conseguiu manter muitas de suas casas tradicionais ao longo das décadas. 

Em uma das pontas do Humaitá está a Cobal, um pólo gastronômico, que conta também com lojas e vendas de flores, frutas e produtos agrícolas. Para quem gosta de arte e de esporte, a Casa de Espanha, um centro de cultura hispânica, está há mais de 30 anos no bairro. 

Flamengo

Se você caminhar de ponta a ponta o bairro do Flamengo, certamente vai cruzar com a Rua Paissandu e suas palmeiras imperiais. As árvores foram plantadas em meados do século XIX no caminho que a princesa Isabel fazia entre sua casa e a praia do Flamengo e muitas estão lá até hoje. 

Quem também está há muito tempo no bairro é o Café Lamas. Do alto dos seus 145 anos de idade, o restaurante garante que faz o melhor filé mignon da cidade. Uma opção ligada à cultura é a Casa Julieta de Serpa. O palacete de estilo neoclássico francês é o lugar ideal para um chá da tarde.

casa-julieta-morar-rio-de-janeiro-loft
Para se transportar para outros tempos, experimente tomar um chá da tarde na Casa Julieta de Serpa, no bairro do Flamengo. Foto: Divulgação

Bairro da Glória

Bairro da zona sul mais próximo ao centro do Rio de Janeiro, a Glória é um local histórico. O morro onde está a Igreja do Outeiro da Glória é um dos locais mais importantes da cidade. Foi lá que os portugueses, sob o comando de Estácio de Sá, venceram os franceses no século XVI e impuseram seu domínio no território que depois se transformaria na cidade maravilhosa. 

O bairro também abriga o Hotel Glória, um dos símbolos do Rio antigo e fechado há cerca de 10 anos. Perto dali, às sextas-feiras, a Villa Aymoré – um espaço que reúne galeria de arte, gastronomia e co-working – recebe o Jazz da Glória. Quem toca no evento é o AllBrazz Quarteto. Por falar em cultura, o bairro abriga ainda a Companhia de Dança Deborah Colker.

Urca

Provavelmente você já se deparou com a foto de um copo de cerveja em cima de uma mureta e o pôr-do-sol ao fundo em alguma rede social. É a famosa Mureta da Urca, ponto de encontro de cariocas e turistas que querem aproveitar o fim da tarde após a praia. 

Diferentemente dos demais bairros da zona sul, a Urca ainda abriga uma grande quantidade de casas e de edifícios mais baixos. Andando pelo bairro, você pode encontrar nada mais nada menos do que o cantor Roberto Carlos, um dos moradores mais famosos da Urca.

mureta-da-urca-morar-rio-de-janeiro-loft
Assistir ao pôr-do-sol na mureta da Urca é um típico programa carioca

Gávea

Reduto de teatros e de artistas, a Gávea é um pequeno bairro localizado na encosta do Morro Dois Irmãos. A noite da região é conhecida por Baixo Gávea. Dezenas de pessoas se encontram nas calçadas dos bares próximos à Praça Santos Dumont. Para quem procura algum programa diurno, o Planetário e o Instituto Moreira Salles são excelentes opções.

São Conrado

Da Pedra Bonita, em São Conrado, é possível ter uma das vistas mais bonitas da cidade do Rio de Janeiro: de um lado, a zona sul; do outro, a Barra da Tijuca. A trilha até o alto leva cerca de 30 minutos. De lá de cima saem voos livres com instrutores profissionais que pousam na Praia do Pepino, também em São Conrado.

Zona oeste: conheça dois bairros desta região

A zona oeste da cidade do Rio de Janeiro foi a última região da cidade a ser urbanizada. É a segunda região mais populosa da capital, atrás apenas da zona norte.

praia-barra-da-tijuca-morar-rio-de-janeiro-loft
Localizada depois do Leblon, a Barra da Tijuca tem diversos condomínios fechados, boa opção para quem busca conforto e segurança

Barra da Tijuca

A urbanização do bairro começou em 1969, com o Plano Piloto para a Barra da Tijuca, do arquiteto Lúcio Costa. Ao longo das décadas, a região cresceu para além do projeto original. 

A Barra da Tijuca, que já foi chamada de Miami carioca, abriga muitos condomínios fechados, grandes avenidas e shopping centers. No 3ºandar de um deles, está o Sal Gastronomia, do chef Henrique Fogaça – jurado do programa Master Chef, da Band.

Recreio dos Bandeirantes

Quando Tim Maia cantou que ‘Do Leme ao Pontal, não há nada igual’, ele se referia à grande parte da orla do Rio. O pontal que o músico celebrou fica no Recreio dos Bandeirantes. O bairro abriga praias mais reservadas, como a praia do Secreto, a da Macumba e a prainha, que possibilitam curtir o dia com mais sossego.

OS BAIRROS NOBRES SÃO UMA OPÇÃO aos que ACREDITAm QUE MORAR BEM é VIVER BEM 

Considerar suas prioridades de vida e conhecer o que cada um dos bairros tem para oferecer pode auxiliar na hora de procurar imóveis para morar no Rio de Janeiro. A Loft trabalha nos bairros mais visados na cidade para oferecer as melhores opções de apartamentos à venda no Rio de Janeiro.

Veja nosso portfólio e agende sua visita nos apartamentos da cidade!