O que é IGPM (Índice Geral de Preços do Mercado)?

o-que-e-igpm-loft
Tempo de leitura: 4 minutos

Entenda o que é IGPM e porque ele é o principal indicador que regula reajustes e correções de valores no mercado imobiliário.

O Brasil conta com uma série de indicadores de inflação que auxiliam no cálculo dos preços dos mais variados tipos de produtos que estão a venda no mercado nacional. O principal deles é o IGPM ou IGP-M(Índice Geral de Preços do Mercado), calculado mensalmente pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), é considerado o termômetro da economia brasileia.

O IGPM é publicado a cada mês no Portal Ibre (Instituto Brasileiro de Economia), da FGV, e mede os valores entre os dias 21 e 20. Ele é um dos principais indexadores do país, ou seja, um dos índices mais usados como base para correções e reajustes dos preços no mercado. No mercado imobiliário, ele é o mais forte indexador de contratos de aluguel. A abrangência do IGPM é nacional.

Para que serve o IGP-M?

As duas principais funções do IGPM é servir de base para o cálculo de ativos, como bens, valores, créditos e direitos, e medir a movimentação dos preços no mercado nacional. São três características principais: 

  • Importante indicador macroeconômico – mapeia valores de diversos setores da economia e permite mostrar dados gerais da movimentação do mercado nacional. Outros indicadores macroeconômicos importantes são o PIB (Produto Interno Bruto) e as taxas de desemprego. Esses indicadores são muito utilizados por investidores.  
  • Deflator de valores monetários – coeficiente de correção de valores que tende a manter a inflação de acordo com as reais altas do mercado. 
  • Indexador de contratos – indexadores são índices que servem de referência para reajustes contratuais, como os de compra, venda e aluguel de imóveis. 
o-que-e-igpm-inflacao-loft
O IGPM tem diversas funções, como servir de indicador macroeconômico do mercado nacional.

Como o Índice está relacionado ao Tesouro Direto:

Até 2006, era possível investir no Tesouro Direto comprando títulos relacionados ao IGPM. Esse modelo, conhecido como NTN-C, foi uma dos primeiros formatos de investimento no Tesouro Direto a ser lançado.

Atualmente não é mais possível investir no NTN-C, mas os títulos comprados permanecerão ativos até janeiro de 2031 e podem ser revendidos pelas corretoras.

O que o índice do IGP-M influencia?

O cálculo do IGPM é feito através do monitoramento dos mais variados tipos de produtos que fazem parte do dia a dia de todo brasileiro. Ele monitora os valores gerais, desde matérias primas de origem animal, vegetal ou mineral, até bens e serviços do consumidor final, como imóveis, aluguéis, vestuário, alimentação, cartórios, lazer, transporte etc. 

O IGPM está presente em praticamente tudo que consumimos, é impossível não ser atingido por ele em, pelo menos, produtos básicos do dia a dia. Ele é utilizado como deflator de valores de produtos básicos, como energia elétrica, instituições de ensino, como escolas e universidades, planos de saúde e grande parte dos tipos de contratos do mercado imobiliário. 

Qual a relação entre o IGP-M e o mercado imobiliário?

Atualmente, o IGPM é utilizado na deflação dos valores contratuais nos processos de compra, venda e aluguel de imóveis. Ele é a principal referência na definição de reajustes e correções nas negociações imobiliárias, incluindo financiamentos de longo prazo.

Leia mais: Custo-benefício: a reforma da Loft agrega valor ao metro quadrado de seus imóveis

Como o IGP-M é calculado?r

O cálculo do IGPM é a média ponderada do IPA (Índice de Preços por Atacado), com valor de 60% na equação, do IPC (Índice de Preços ao Consumidor) dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Porto Alegre e Brasília, com valor de 30%, e o INCC (Índice Nacional de Custo da Construção), com valor de 10%. Mas o que significa cada um desses?

IPA – calcula a variação dos preços de negociação entre empresas, antes do produto chegar ao consumidor final. 
IPC – calcula a variação dos preços de bens e serviços que fazem parte das despesas familiares mais tradicionais, com base em renda familiar variando de 1 a 33 salários mínimos.
INCC – calcula a variação dos custos de construções habitacionais, sendo o principal indica da construção civil brasileira. 

Caso você precise utilizar o IGPM, há calculadoras online que podem te auxiliar. 

O que é o IGP-M acumulado?

O IGPM acumulado é um cálculo feito a partir dos valores mensais do IGPM por um certo período. Ele utiliza a mesma base de cálculo de juros compostos e permite saber a alta ou baixa da inflação pelo período analisado.

No mercado imobiliário, o principal fator influenciado pelo IGPM acumulado é o reajuste anual do aluguel, feito a partir dos valores publicados durante o período do ano anterior ao reajuste.

Conheça os valores do IGPM de janeiro a junho e o IGPM acumulado deste período:

AnoJaneiroFevereiroMarçoAbrilMaioJunhoAcumulado
20190,010,881,260,920,450,804,38

Conhecer o IGP-M é ter controle sobre correção e reajustes valores contratuais

O IG-M é a principal variação do antigo IGP, primeiro indicador de inflação desse tipo, criado em 1947. Há outros 12 índices medidos de inflação no país, e o IGPM é o principal deles.

Acompanhe o blog da Loft para receber notícias sobre o mercado imobiliário dos aspectos financeiros, rotinas de compra e vendas, dicas sobre decoração e estilo de vida. Caso queira conhecer os apartamentos reformados da Loft acesse nosso site!