pausa-no-financiamento

Saiba como pedir desconto ou pausa no financiamento na Caixa

6 MINUTOS DE LEITURA

Por conta dos efeitos da pandemia, a Caixa Econômica Federal voltou a oferecer, em 2021, a suspensão ou a redução temporária das prestações de alguns de seus financiamentos imobiliários por um prazo de até seis meses. Isso aconteceu, segundo o banco, como uma tentativa de aliviar o bolso dos compradores por causa da pandemia do novo coronavírus. O mesmo aconteceu em 2020, de forma ampla.

Nesse artigo, vamos te mostrar como funciona a pausa no financiamento pela Caixa, os descontos temporários oferecidos pelo banco e as regras para conseguir essas condições. Você vai entender como dar pausa no financiamento da Caixa ou pedir uma redução, além das consequências de tomar essa decisão para o seu crédito.

Como funcionam a pausa e o desconto no financiamento da Caixa?

Com a pandemia, muita gente encontrou dificuldades de arcar com os pagamentos mensais, como prestações de financiamentos. Por isso, a Caixa passou a oferecer descontos e suspensões temporárias, assim como vários outros bancos brasileiros fizeram nesse período excepcional. Vamos aqui como funcionam a pausa no financiamento da Caixa e os descontos temporários.

O desconto temporário é de 25% a 75% no valor das prestações do financiamento. O prazo de redução é de seis meses para quem pede desconto de 25% no valor da prestação. Para os descontos acima disso, o prazo é de três meses. Qualquer pessoa que tem contratos habitacionais com a Caixa pode aproveitar essas novas condições, seja por financiamento de habitação popular, FGTS e por financiamentos com recursos da poupança (SBPE).

Já quem precisar de redução de 75% da prestação tem que apresentar comprovação da perda de renda para avaliação do banco. Os descontos também valem para quem é beneficiário do auxílio emergencial ou do seguro desemprego. 

Já a possibilidade de pausa no financiamento imobiliário vale para clientes que estiveram recebendo o auxílio emergencial ou o seguro desemprego nesse período. O prazo dessa suspensão é de seis meses.

Agora que a gente já viu como funciona a pausa no financiamento da Caixa e como obter descontos de exceção, vamos ver como fazer esse pedido e evitar tê-lo negado.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, explica as medidas para ajudar quem tem contratos habitacionais durante a pandemia.

Como dar pausa ou pedir desconto no financiamento da Caixa?

Antes de saber como dar pausa no financiamento da Caixa ou pedir desconto temporário, existem algumas regras para ser beneficiado por esse programa: a principal delas é que, para conseguir esse alívio, as parcelas do seu financiamento devem estar em dia ou com atraso de, no máximo, dois meses. 

Também não dá para acumular descontos caso você já esteja usando o saldo do FGTS para reduzir o valor das prestações mensais. E, como a gente mostrou acima, a pausa oferecida vale apenas para quem tiver apoio do auxílio emergencial ou do seguro desemprego.

Para ter pedir pausa no financiamento da Caixa, você pode simplesmente baixar o aplicativo de Habitação da Caixa, acessá-lo e clicar na opção “solicitar pausa emergencial”. Depois, precisa ler as orientações e clicar em “próximo” para informar os dados solicitados. Também é uma opção fazer contato pelo telefone 0800-104-0104. Para isso, tenha em mãos seus documentos pessoais e do seu contrato com a Caixa. 

Para pedir o desconto, é só ir também no aplicativo de Habitação da Caixa e solicitar o desconto no item respectivo, ou então ligar para o 0800-104-0104. Para obter a redução de até 25%, você não precisa de mais documentação para justificar o pedido – apenas se solicitar entre 25% e 74%, quando terá de fazer uma autodeclaração de perda de rendimentos. E quem pedir desconto vai precisar apresentar documentos complementares.

Riscos de pausar o financiamento ou reduzir parcelas

Apesar de os descontos e a pausa no financiamento habitacional representarem um alívio mais imediato, é importante ter consciência de que esses valores que você deixa de pagar hoje serão incorporados ao seu saldo devedor e serão cobrados depois. Como a Caixa seguirá cobrando juros, seguros e taxas sobre o saldo devedor – e tampouco haverá aumento no prazo total do financiamento -, a economia de hoje vira custo a mais amanhã. 

“O prazo do financiamento não será alterado, então, dependendo do valor que foi financiado, quando as parcelas voltarem a ser cobradas, a prestação poderá ser bem maior do que a pessoa tinha condições de arcar”, disse ao G1 o advogado especialista em direito imobiliário Marcelo Tapai.

Vale então levar esse ponto em consideração: a menos que você realmente precise do alívio que os descontos e a pausa no financiamento imobiliário trazem no curto prazo, pense bem no que é melhor para o seu bolso: se usar as condições especiais ou continuar a pagar tudo normalmente.

Esta dica vale também para financiamentos em outros bancos que também ofereceram condições especiais para os casos em que o comprador não consegue continuar pagando. A menos que esteja prevista uma prorrogação nos prazos do pagamento, a incorporação dos valores no saldo devedor pode não ficar tão diluída assim. E, nesses casos, quanto maior o saldo ainda a ser pago, maior também é o peso dos juros.

Procure opções que aliviem o bolso 

Por conta da pandemia, a Caixa e outros bancos oferecem possibilidades para aliviar momentaneamente seu financiamento imobiliário. Isso é bastante bem-vindo caso você precise do alívio momentâneo, mas a pausa ou a redução temporária no financiamento não é uma renegociação ou uma anistia: é uma prorrogação da dívida. Ou seja, recomendamos muito cálculo e planejamento antes de tomar qualquer decisão.

Uma dica importante para buscar as melhores taxas do mercado para seu financiamento é contar com uma assessoria de crédito em vez de procurar, por conta própria, um único banco. Com a Loft, você tem acesso a propostas de financiamento dos principais bancos brasileiros para o seu perfil, e poderá compará-las minuciosamente com a ajuda de nossos especialistas. Assim, fica mais fácil de tomar a decisão mais vantajosa para o seu bolso.

Além de conseguir mais vantagens, financiar com a Loft significa não se preocupar com o envio de documentação para os bancos e com outras burocracias da operação. Nossa equipe cuida de todos os trâmites necessários, incluindo o preenchimento de formulários e o registro da operação no cartório de imóveis. E o melhor: todo esse suporte é gratuito.

Conheça nosso portfólio de apês e encontre seu novo lar

Outros assuntos que podem lhe interessar

Assine nossa Newsletter
Assine nossa newsletter