Saiba como fazer a portabilidade do financiamento imobiliário

portabilidade-financiamento-imobiliario
Tempo de leitura: 3 minutos

Quem tem financiamento ativo pode buscar melhores condições em concorrentes ou renegociar com o próprio banco. Entenda!

O que você encontrará nesse artigo:

  • O que é a portabilidade do financiamento imobiliário?
  • Portabilidade: uma opção em alta
  • Como pedir portabilidade do financiamento imobiliário?
  • A Loft te ajuda a fazer a portabilidade gratuitamente

Você pode não conhecer ainda a portabilidade do financiamento imobiliário entre bancos, mas não por muito tempo: a popularidade dessa opção tem crescido vertiginosamente e abre as portas para que as pessoas encontrem melhores condições de pagamento. 

O que é a portabilidade do financiamento imobiliário?

A portabilidade do financiamento imobiliário é oportunidade que o tomador tem de migrar seu empréstimo de um banco para outro, sob novas condições. 

Na prática, significa que você pode negociar com outros bancos, levar as contrapropostas para seu banco atual e, se decidir pela troca, transferir seu financiamento imobiliário para uma nova instituição. 

Para não perder seus clientes para a concorrência, muitas vezes os bancos donos do contrato acabam propondo condições melhores

Seja como for, duas coisas nunca vão crescer: o valor do saldo devedor e o prazo do financiamento

Importante: a portabilidade em si não custa nada ao cliente, mas é possível que surjam novos gastos de vistoria ou averbação em cartório.

Portabilidade de financiamento imobiliário: quanto tempo leva?

Uma vez que você já pesquisou, decidiu-se pela portabilidade do financiamento imobiliário e informou a nova instituição financeira sobre sua escolha, o banco tem 5 dias úteis para avaliar o pedido e enviar uma contraproposta. 

Caso o você opte pela troca de agentes mesmo assim, o banco tem então mais dois dias úteis de prazo para enviar toda a documentação à outra instituição. Pronto!

Migração entre linhas de crédito e atualização de taxas

Uma das grandes vantagens da portabilidade do financiamento imobiliário é que a migração entre linhas de crédito: quem financiou pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH) ou pelo Sistema Financeiro Imobiliário (SFI) pode trocar um pelo outro. 

Por exemplo: quem adquirisse um imóvel de R$ 1 milhão em 2018 não poderia financiá-lo pelo SFH, que tem limite para o Custo Efetivo Total (12% ao ano) e permite o uso de saldo de FGTS. Na época, o valor máximo de imóvel era R$ 950 mil.

Em 2020, esse teto já subiu e está em R$ 1,5 milhão. Portanto, seria possível migrar o contrato para o SFH e assim fazer a amortização do saldo devedor com recursos do FGTS. 

Outro possibilidade é a atualização das taxas firmadas em contrato. Quem assinou um financiamento em 2016 com juros atrelados à Taxa Referencial (TR), por exemplo, tem a chance de atualizá-la para seu valor atual: 0% desde 2017.

4 informações para comparar entre propostas

Parece ótimo, certo? Como toda operação financeira, no entanto, é preciso avaliá-la com cuidado para certificar-se de que você está escolhendo a melhor opção possível. 

O Banco Central destaca quatro informações cruciais para comparar propostas:

  1. Taxa de juros nominal 
  2. Custo Efetivo Total
  3. Prazo remanescente
  4. Valor da prestação

Portabilidade de financiamento imobiliário: uma opção em alta

Trata-se de uma operação que cresce rapidamente no país, devido a uma série de novidades – como a taxa Selic em baixa histórica, a pandemia de coronavírus e uma decisão do Conselho Monetário Nacional que facilitou a portabilidade do financiamento imobiliário a partir deste ano.

Entre janeiro e maio de 2020, dados do Banco Central apontam que houve 4,3 mil pedidos de migração no SFH – uma alta de 617% em relação ao mesmo período de 2019, totalizando R$ 1,3 bilhão de saldo. 

Nesse mesmo período, o SFI viu pouco mais de 1 mil pedidos de portabilidade do financiamento imobiliário, somando R$ 644,9 milhões de saldo e representando alta de 295%.  

Como pedir a portabilidade do financiamento imobiliário?

Pedir a portabilidade do financiamento imobiliário é fácil. É só seguir os passos abaixo:

  1. Solicitar documentos ao banco que tem seu financiamento: cópia do contrato, saldo devedor atualizado e data do último vencimento
  2. Entrar em contato com outros bancos em busca de melhores condições
  3. Ao decidir-se pela migração, avisar o novo banco: ele se encarregará da operação de portabilidade e entrará em contato com o concorrente
  4. Aguardar a possível contraproposta do banco original em até 5 dias úteis
  5. Se decidir ficar na instituição, interrompe-se a portabilidade. Caso contrário, o banco original tem dois dias úteis para efetivar a troca
  6. Pronto! Você fez a portabilidade do financiamento imobiliário

O Loft Cred te ajuda (gratuitamente!) na portabilidade do financiamento imobiliário

O time de especialistas do Loft Cred, a assessoria de financiamento imobiliário 100% gratuita da Loft, está disponível para ajudá-lo a avaliar propostas, simular financiamento e encontrar as melhores condições do mercado. 

É só enviar as seguintes informações:

  • Nome do banco
  • Valor do imóvel
  • Valor financiado
  • Valor da última parcela paga
  • Saldo devedor
  • Prazo restante
  • Taxa de juros efetiva

Avalie a portabilidade do seu financiamento imobiliário com o Loft Cred!