proptech

O que é proptech e qual é seu papel no mercado imobiliário?

5 MINUTOS DE LEITURA

Esclareça suas dúvidas sobre a criação e a atuação das proptechs e entenda por que essas empresas estão transformando o mercado imobiliário

Se antes as mudanças no mercado imobiliário aconteciam de forma gradual, os últimos anos vieram para chacoalhar o setor. Isso porque o uso de tecnologia vem sendo explorado por startups que, como a Loft, têm o objetivo de transformar a maneira como fazemos negócios imobiliários.

Com o mundo se recuperando da pandemia de covid-19, alguns hábitos devem continuar. Por exemplo, se você procurou um novo lugar para morar no último ano, certamente essa busca começou online em algum site ou aplicativo. E é possível que esse canal pertença a uma proptech. Preparamos este artigo para explicar o que são proptechs e o que você pode esperar para o mercado imobiliário a partir da atuação dessas empresas.

O que é proptech?

Muito se fala sobre a tecnologia estar presente em quase todas as atividades do dia a dia, certo? E é verdade, como você mesmo certamente é capaz de atestar só pelo fato de estar lendo este artigo online, seja no seu computador ou no smartphone. Através da tecnologia da internet e da construção de bases de dados online, a tecnologia chegou ao mundo dos imóveis, com as chamadas proptechs. 

Mas afinal, o que é proptech? É um termo mais curto para property technology e determina o uso de tecnologia da informação no mercado imobiliário. Com a popularização desse setor, as empresas que utilizam tecnologia para melhorar a negociação de imóveis já são chamadas de proptechs. De forma simples, as proptechs são startups imobiliárias. 

Essas empresas estão transformando o mercado imobiliário com tecnologias como Big Data, geolocalização, drones e realidade aumentada, Blockchain e até criptomoedas. Tudo para facilitar a transação entre compradores, vendedores e outros stakeholders. De acordo com um relatório do CB Insights, as transações imobiliárias das proptechs subiram 61% entre 2015 e 2019, o que demonstra tendência de crescimento para o setor.

Mesma coisa? O que é construtech e real estate tech?

Em meio à reinvenção do mercado imobiliário estão algumas categorias de empresas. Além das proptechs, já encontramos as construtechs e as real estate techs. A construtech é uma startup voltada ao setor de construção, seja dentro ou fora do canteiro de obras. A proposta dessas empresas é resolver dores de clientes do setor de construção, geralmente através de um modelo de negócio escalável.

A real estate tech, por outro lado, está ligada ao imóvel pronto. Sua atuação pode ser no mercado de aluguel e também na compra e venda. São empresas que podem ou não desenvolver uma extensa base de dados do mercado imobiliário, mas que usam saídas tecnológicas para listar imóveis online e facilitar visitas e negócios, com tours virtuais e assinatura de contrato digital, por exemplo. 

Loft proptech: como funciona uma startup no mercado imobiliário

Se você conhece um pouco sobre o trabalho da Loft, já deve ter decifrado a charada: a Loft é uma proptech. A operação funciona como um marketplace do mercado imobiliário, oferecendo soluções para clientes vendedores, compradores e corretores de imóveis parceiros. 

Com a tecnologia, a Loft passou a oferecer uma experiência completa para os diferentes stakeholders, solucionando os problemas comuns de burocracia, confiança e falta de agilidade do mercado imobiliário. E isso se reflete nos investimentos: em março de 2021, com menos de quatro anos de operação, a Loft recebeu o maior aporte de uma startup brasileira da história

“O investimento de US$ 425 milhões, aproximadamente R$ 2,3 bilhões, foi liderado pelo fundo norte-americano D1 Capital e contou com a participação de, pelo menos, uma dezena de outras instituições de venture capital e private equity como, por exemplo, Tiger Global, Andreessen Horowitz, Silver Lake e Monashees”, explica reportagem da Forbes. O que isso significa? Que as proptechs ainda têm muito crescimento pela frente, o que faz delas opções de investimento cada vez mais seguras.

Em 2018, quando a Loft foi criada, o modelo de negócio consistia em comprar apartamentos, realizar uma reforma de alto padrão nos imóveis e, depois, vendê-los no site. A oferta de compra dos imóveis é feita a partir de um sistema de precificação baseado em algoritmos, que comparam as características do apartamento a outros semelhantes, para chegar no valor justo de mercado.

Hoje, é possível vender para a Loft e com a Loft. Os vendedores encontram facilidades para listar seus imóveis, com uma distribuição ampla para possíveis compradores que demonstram interesse em apartamentos similares. Em alguns casos, a depender da região, a Loft ainda pode adquirir o imóvel.

Além disso, o comprador pode contar com uma assessoria de crédito gratuita para avaliar suas opções de financiamento imobiliário. Nossos especialistas procuram os principais bancos do país para garantir a você o acesso às melhores taxas do mercado para o seu perfil. 

Se por acaso, além de matar a cuiosidade, você tanbém sonha encontrar aquele apartamento perfeito, é na Loft! E continuar por dentro do mercado imobiliário, acompanhando o blog da Loft!

Outros assuntos que podem lhe interessar

Assine nossa Newsletter
Assine nossa newsletter