Em quais situações o financiamento imobiliário é a solução ideal para você?

mulher-solicitar-financiamento-imobiliario-loft
Tempo de leitura: 5 minutos

Entenda se você está no momento certo para solicitar um financiamento imobiliário, como uma carta de crédito pode te ajudar – e o que o simulador de parcelas da Loft pode fazer!

Neste artigo, você entenderá: 

  • Quais situações faz sentido buscar financiamento
  • Como funcionam as parcelas de um financiamento
  • O que é e como aproveitar uma carta de crédito

Você já fez suas pesquisas, sabe que imóvel está procurando e qual é a faixa de preço que cabe no seu bolso. Agora deve lidar a parte menos glamourosa dessa decisão: o pagamento. 

Para quem pode desembolsar o valor total à vista, está resolvido: uma única parcela e o imóvel é seu. Para todos aqueles que não possuem essas condições ou preferem não optar pelo pagamento único, há o financiamento imobiliário, capaz de ajudá-lo a adquirir o seu imóvel dos sonhos.

O financiamento imobiliário é a modalidade mais recorrente no país para adquirir imóveis. Em 2018, de acordo com a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança, foram R$ 117 bilhões liberados em financiamento imobiliário. A estimativa é que este valor suba ainda mais, para R$ 132 bilhões, em 2019.

João Paredes, representante do time de crédito da Loft, destaca que vivemos um período especificamente bom para optar por esse caminho. “O financiamento está em alta porque o juros base caiu para 5%, trazendo o custo de todos os novos financiamentos para baixo. Nunca esteve tão atraente”, fala. “Ele está vinte vezes mais barato que o empréstimo pessoal.”

solicitar-financiamento-imobiliario-mudanca
A queda dos juros faz desse um ótimo momento para seguir com os planos de comprar um imóvel próprio

Contratar um financiamento agora significa aproveitar esse cenário para fixar a taxa de juros em um patamar baixo – o mesmo hoje e daqui dez, vinte ou trinta anos, de acordo com a duração do financiamento escolhido.

Teste o simulador de parcelas da Loft!

5 situações em que um financiamento pode fazer sentido para você

O time da Loft identificou que há 5 momentos em que escolher o financiamento imobiliário faz sentido:

  1. Se você não pode pagar o imóvel à vista, mas encontrou o lar dos sonhos e pretende abraçar essa oportunidade única
  1. Se você poderia pagar à vista, mas não quer se descapitalizar ou resgatar seu dinheiro de aplicações mais rentáveis que o custo de financiamento. Com o juros base em 5%, se tiver rendimentos acima de 10% já compensa financiar.
  2. Se você poderia pagar à vista, mas optando por essa via, ficaria sem sua reserva de emergência (geralmente, o equivalente a entre 3 e 6 meses de gastos fixos)
  3. Se você até poderia pagar à vista, mas o financiamento oferece maior flexibilidade para dar um upgrade e encontrar um imóvel melhor localizado, maior ou mais de acordo com suas preferências.
  4. Se você quer adquirir um imóvel reformado, como os apartamentos da Loft, que já incluem o valor da obra no valor da compra – o que permite financiar uma reforma de alto padrão em até 30 anos e com juros baixos, o que não seria possível com outros imóveis usados

Os valores envolvidos no financiamento imobiliário 

Para começar a pensar sobre financiamentos imobiliários possíveis, o primeiro passo é compor sua renda familiar mensal. Bancos costumam permitir que até 30% dessa renda seja comprometida com parcelas de financiamento.

O segundo é pensar no total de entrada, que costuma girar em torno de 20%, podendo cair para 10% ou subir para 30% a depender da instituição em questão (não se esqueça de olhar o saldo do FGTS, que pode ser aplicado em financiamentos!). 

O terceiro é pensar no prazo do financiamento: por quanto meses você vai pagar esse imóvel? Essa variável pode ser impactada pela sua idade, visto que o limite máximo de idade para o tomador é de 80 anos e 6 meses. Na prática, se você tiver 60 anos, não conseguirá um financiamento de trinta anos. 

Ao somar essas cifras, chega-se ao valor potencial do apartamento que você poderia adquirir. A taxa de juros que incide sobre tudo isso muda de banco para banco e é bastante dinâmica, respondendo ao cenário econômico do Brasil. Atualmente, varia entre 7% e 12%. 

Por fim, não se esqueça de adicionar cerca de 5% do valor que você descobriu para custos de fechamento, que incluem pagamento de ITBI e registro de cartório. Pronto: eis uma estimativa bem embasada da faixa de preço de imóvel que você pode financiar!

Não se esqueça dos outros custos mensais!

João paredes adiciona que não basta pensar só na parcela do financiamento, visto que morar em um imóvel inclui outros custos fixos mensais

“Qual é o valor de IPTU? Qual é o valor do condomínio? O valor de manutenção, caso seja alguém que prefira pagar um seguro?”, fala. 

Para facilitar essa avaliação, dentro do portfólio da Loft, os custos de IPTU e condomínio de cada unidade já estão descritos em suas páginas!

Descubra o financiamento que cabe no seu bolso com nosso simulador

Como se vê, contratar um financiamento imobiliário exige pensar em diversos fatores e possibilidades, como valor do imóvel, valor de entrada, taxa de juros e prazo de financiamento. 

Vale destacar que é grande a diferença de valor entre a primeira e a última parcela devido ao Sistema de Amortização Constante (SAC), utilizado na grande maioria dos financiamentos imobiliários no Brasil. Isso significa que o preço das parcelas cai ao longo do tempo, diminuindo seu peso no orçamento familiar. 

O simulador de financiamento imobiliário gratuito da Loft utiliza o SAC e permite estimar o valor da primeira e da última parcela de acordo com as principais variáveis do mercado. “Se a pessoa já sabe o valor do imóvel, com o simulador de parcelas pode ver quanto elas ficariam e começar a se planejar”, fala João. 

Quer se planejar com taxas reais? Peça a carta de crédito 

Segundo João, é uma boa ideia buscar cartas de crédito com diferentes bancos na praça para comparar condições e garantir o melhor negócio. Após avaliar seu perfil de pagador, eles podem emitir essa declaração, em que determinam quanto crédito você tem pré-aprovado e sob quais condições. 

Mesmo se um banco te der uma negociação melhor do que no primeiro que você buscou, ainda justifica voltar no banco anterior para negociar – isso é prática de mercado. 

As cartas têm validade de 90 dias, são não-vinculantes e não exigem que se tenha um imóvel em mente: é possível obtê-las antes mesmo de começar sua busca, o que ajuda a guiar seu planejamento com custos reais e não taxas hipotética.

“É uma maneira de ter segurança de por quanto você pode de fato comprar um imóvel. Sem isso, você está indo na sorte de que o banco vai financiar aquilo que você quer. E se você não procurou um financiamento e pretendia pagar à vista, não sabe se poderia ter um upgrade do imóvel”, explica João.

Através de seus parceiros na área, a Loft oferece esse intermédio entre você e os bancos para facilitar esse momento. Quando estiver pronto, basta pedir uma proposta de financiamento com a Loft!