Reforma de casa antes e depois 1

Reforma de cozinha: 4 formas de repaginar sem quebra-quebra

9 MINUTOS DE LEITURA

Esconder azulejos com massa acrílica, aplicar massa cimentícia no piso, instalar pastilhas sobre revestimentos existentes e envelopar móveis: soluções práticas, rápidas e econômicas para a reforma da sua cozinha

Por: Nádia Kaku e Mariana Romão

Reforma de Cozinha tem visual repaginado. Veja antes e depois!
Renove sem obra: cozinha pode ganhar visual repaginado e mais moderno sem quebradeira, barulho e entulho

Quando pensamos em reforma de cozinha, logo a imagem de obras complicadas vêm à nossa cabeça: paredes e pisos quebrados, entulho, móveis para montar e desmontar e barulho que incomoda os vizinhos. Muitas são as fases e as dores que os interessados em repaginar o cômodo passam.

“O que muita gente não sabe é que é possível atualizar as áreas molhadas da sua casa sem quebra-quebra, deixando tudo com uma cara atual e pronto para mudar”, explica Vini M Furtado, arquiteto responsável pelo time de design de interiores da Loft. À frente do projeto Renove Sem Obra, Vini e a equipe revitalizaram cozinhas de apartamentos à venda na plataforma da Loft com soluções que podem dar um resultado rápido e mais econômico: aplicação de tinta e massa sobre pisos e revestimentos de parede, uso de materiais autocolantes e envelopamento de móveis.

reforma cozinha piso cimento movel adesivo vinílico
Mesmo que a reforma não envolva obra pesada, é preciso comunicar o condomínio e verificar a necessidade de apresentar uma ART (anotação de responsabilidade técnica)

No entanto, fica um alerta: reformas em apartamentos precisam ser comunicadas ao condomínio e, dependendo do prédio, é possível que seja necessário uma ART ou RRT (anotação de responsabilidade técnica ou registro de responsabilidade técnica), documentos que comprovam que o projeto foi desenvolvido por arquitetos ou engenheiros habilitados e registrados nos conselhos de classes profissionais. Isso só não se aplica nos casos mais simples, se o próprio morador for pintar as paredes ou usar pastilhas autocolantes, por exemplo.

Escondendo azulejos com massa acrílica

Cozinha antiga fica mais moderna com massa aplicada sobre o piso e os azulejos de parede
Antes e depois: cozinha antiga, revestida da parede ao teto, ficou mais moderna com massa aplicada nas paredes e no piso

Na reforma de cozinha, esconder revestimentos de paredes com massa acrílica é um truque antigo, mas sempre eficaz. “Não precisa de quebra-quebra e é uma solução rápida, além de permitir que a parede receba tintas da cor que desejar”, explica Vini. Para isso, é necessário se certificar de que as peças estejam bem presas e de que não haja infiltrações. Se houver algum desses problemas, repare-os antes de aplicar a técnica. “E sempre utilize tintas antimofo nas áreas molhadas, como a cozinha”, completa o arquiteto.

Antes e depois da cozinha mostra um ambiente novo com massa nas paredes, mesa de madeira e gabinete preto
Renove sem Obra, projeto da Loft, transformou cozinhas de apartamentos à venda na plataforma com soluções práticas e mais econômicas

Antes de emassar, é preciso também se atentar ao material original do revestimento da parede. Cerâmicas e porcelanatos podem ser cobertos, mas materiais mais flexíveis como madeira e vinílicos, não. “O ideal é contratar uma mão-de-obra especializada para fazer o processo, pois, antes de qualquer alteração, o profissional avalia o estado da superfície e também a possibilidade de aplicação”, aconselha Isa Braun, arquiteta da Loft. Pequenos reparos, como furos na parede ou pedacinhos de revestimento faltando, podem ser consertados com a massa acrílica.

Após a aplicação da técnica, é possível pintar ou usar pastilhas resinadas. Mas tome cuidado e verifique se a nova parede não atrapalha o fechamento de portas e janelas ou de gavetas de móveis, já que aumenta a espessura da superfície. E um alerta: massa acrílica pode ser usada na parede, mas nunca no piso!

Piso sem emendas e com ar moderno

Piso da cozinha ganhou aplicação de massa cimentícia: pasta aplicada sobre revestimento antigo cria uma superfície uniforme e sem emendas.
Piso da cozinha ganhou aplicação de massa cimentícia: pasta aplicada sobre revestimento antigo cria uma superfície uniforme e sem emendas

A massa cimentícia é considerada uma evolução do cimento queimado e surgiu como uma solução para os problemas mais recorrentes da textura: acabamento desigual, trincas e aparência rústica. Funciona como uma pasta que pode ser aplicada por cima de um revestimento já instalado, sem a necessidade de remoção, criando uma superfície uniforme e sem emendas. “Assim como a massa acrílica, pode ser aplicada sobre quase todo tipo de revestimento, com exceção de madeira, pastilhas de vidro e vinílicos. Também pode ser usada na parede”, explica Vini.

reforma cozinha piso massa cimenticia
Massa cimentícia surgiu como solução para os problemas do cimento queimado tradicional, como acabamento desigual, trincas e aparência muito rústica

Na cozinha, é indicada até para áreas que recebem peso, umidade e calor. Superfícies perto de torneiras, fornos e churrasqueiras também podem ser cobertas com o material. “Quando aplicado em bancadas de pia que servem de apoio ao fogão, alguns cuidados são necessários, não pela água, mas por conta da alta temperatura: se uma panela que acabou de sair do fogo for apoiada nesta pia, pode danificar o verniz de proteção, assim é sempre importante usar algum tipo de apoio, como uma tábua ou um pano”, diz Isa. 

Antes e depois: lavanderia ganhou pintura nova nas paredes e massa cimentícia no piso para esconder revestimentos antigos
Antes e depois: lavanderia ganhou pintura nova nas paredes e massa cimentícia no piso para esconder revestimentos antigos

“Quem quiser se aventurar sozinho, algumas marcas disponibilizam oferecem um manual de instruções junto ao kit. Mas é sempre indicado contratar um profissional”, aconselha Vini. Como é um material que exige múltiplas demãos, é preciso ficar atento à grossura do trabalho final, para que a nova superfície não atrapalhe aberturas de portas e janelas e não interfira no caimento do piso ao redor do ralo.

Confira a entrevista com Vini M Furtado, arquiteto da Loft, sobre o que você precisa fazer para levar as soluções do Renove sem Obra para a sua casa

Reforma de cozinha com pastilhas – Faça você mesmo sua parede

Antes e depois: pastilhas adesivas resinadas aplicadas no frontão da pia, da cozinha trazem ar mais moderno ao projeto
Cozinha reformada pelo Renove sem Obra, da Loft: pastilhas adesivas resinadas pretas, aplicadas no frontão da pia, trazem ar mais moderno ao projeto

Para quem é adepto do faça-você-mesmo, as pastilhas adesivas resinadas são uma opção que não demanda mão de obra especializada: vendidas em inúmeros modelos e tamanhos, podem ser instaladas sobre revestimentos e paredes com bom acabamento, utilizando cola de contato comprada em lojas de material de construção. Há modelos que são autocolantes. Os cortes para ajustes são simples e podem ser feitos com serra de mão ou até estilete.

“Não há recomendação para usar no piso. Além de não serem antiderrapantes, o atrito com o chão pode prejudicar a fixação depois de um tempo”, alerta Isa. Como a resina usada sobre a película é de alta resistência, é possível usar em áreas molhadas, como frontões de pia.

reforma cozinha pastilha adesiva frontão pia
As pastilhas adesivas são vendidas em várias cores e podem ser aplicadas pelo próprio morador. Algun modelos são autocolantes

“Pode-se aplicar também em áreas próximas ao forno, fogão ou lareira. O material é resistente a até 55ºC de temperatura”, explica a arquiteta. Evite somente o uso extremamente próximo ao fogo. A Rivesti indica uma distância mínima de 10 cm entre a chama do fogão e a pastilha. E também não aconselha colocar fritadeiras ou panelas elétricas encostadas nas superfícies revestidas.

Móveis antigos com cara nova

Reforma de Armário de Cozinha antes e depois: os armários sobre a pia foram substituídos por prateleiras e o gabinete foi todo reaproveitado, com envelopamento azul e puxadores novos
Reforma de armário de cozinha antes e depois: os armários sobre a pia foram substituídos por prateleiras e o gabinete foi todo reaproveitado, com envelopamento azul e puxadores novos

Muito conhecida no mundo automotivo, a técnica do envelopamento também pode ser aplicada dentro de casa e mudar a cara de peças antigas. “Quando o móvel está em bom estado, mas a cor está desatualizada, é possível renovar a cara do ambiente de forma rápida. Outra sugestão é usar o envelopamento quando a fórmica está desgastada”, conta Isa. 

A forma mais comum é aplicar adesivo vinílico por toda a peça, ou em partes inteiras, como portas e gavetas. No mercado, há diversos modelos com cores variadas, estampas e até com texturas que imitam madeira e mármore. “Como é o mesmo material usado para a adesivação automobilística, possui uma alta resistência à temperatura e à umidade”, diz Isa. É possível envelopar até geladeiras.

cozinha reforma piso cimentício pastilha parede
Renove sem Obra, projeto da Loft, envelopou armários antigos com adesivo vinílico. Material pode ser encontrado em diversas cores e com texturas que imitam madeira e mármore

A técnica só não é recomendada para bancadas e superfícies de muito contato, como tampos de mesas e cadeiras, já que o uso de ferramentas cortantes pode danificar o vinílico. “Também tome cuidado com vinílicos brancos, pois se o móvel é escuro, pode não ficar tão bom”, alerta Vini. 

É possível fazer o envelopamento sozinho, mas a mão de obra especializada é sempre indicada para um melhor acabamento. “E compre sempre em lojas especializadas. Não confunda com os papéis vinílicos vendidos em papelaria”, finaliza o arquiteto.

Gostou das dicas de reforma de cozinha? Veja também:

Outros assuntos que podem lhe interessar

Assine nossa Newsletter
Assine nossa newsletter