simular-financiamento-imobiliario-bradesco

Entenda como simular um financiamento imobiliário no Bradesco

9 MINUTOS DE LEITURA

É comum que as pessoas se esqueçam, mas uma das etapas fundamentais de um financiamento imobiliário acontece antes mesmo de esse financiamento chegar à análise do banco. Estamos falando da simulação: uma calculadora virtual vai receber suas informações e detalhar custos, taxas e parcelas previstas para o seu perfil. 

Neste artigo, vamos explicar como simular um financiamento imobiliário no Bradesco, um dos bancos privados mais competitivos do país. Vamos mostrar também como verificar se a portabilidade que esse banco oferece vale a pena para você, e detalhar como funciona o financiamento de imóvel do Bradesco. 

Como fazer uma simulação de um financiamento no Bradesco?

Para fazer uma simulação de financiamento imobiliário no Bradesco, você precisa, antes de qualquer coisa, acessar o portal do banco para crédito imobiliário. Feito isso, procure o campo “simular agora”, e insira os dados pedidos. O Bradesco deve pedir para você informar o seguinte:

  • Estado onde o imóvel está localizado
  • Tipo de imóvel (se residencial ou comercial)
  • Situação (se o apartamento é novo ou usado)
  • Valor do imóvel
  • Se você pretende compor renda com um cônjuge
  • Sua data de nascimento

A partir dessas informações, o Bradesco vai perguntar qual informação você prefere para “nortear” essa simulação: se o valor da parcela, sua renda mensal líquida, o valor total do financiamento ou o prazo de pagamento. Escolhida essa opção, o banco pede também:

  • O prazo de pagamento desejado (sendo possível financiar em até 360 meses)
  • E se você deseja incluir no total financiado as despesas cartorárias e com ITBI
  • Sua preferência para a configuração das parcelas: se pelo Sistema de Amortização Constante (SAC) ou pela Tabela Price
  • Sua preferência para a forma de pagamento (se por débito automático ou boleto)
  • Sua preferência para a contratação de seguros obrigatórios (se a companhia de seguros do Bradesco ou uma empresa parceira)

Por fim, você precisa informar seu CPF e clicar em “simular”. Vão aparecer informações sobre o valor total que o banco pode financiar, o custo da maior prestação, a taxa de juros anual e o Custo Efetivo Total (CET) anual, além da renda líquida mínima exigida para o seu financiamento. 

Como simular a portabilidade de um financiamento imobiliário no Bradesco?

Para simular a portabilidade de um financiamento imobiliário no Bradesco, o ideal é que você compareça a uma agência munido de dados do seu financiamento atual. Não há um simulador de crédito imobiliário do Bradesco disponível online especificamente para processos de portabilidade. Caso você queira tirar dúvidas antes de ir à agência, entre em contato com o banco por estes canais.

A portabilidade é a transferência de financiamento imobiliário de um banco para outro, dentro do mesmo prazo de pagamento. Ela normalmente é solicitada quando um banco oferece taxas de juros melhores para o comprador que o seu banco credor original (aquele com quem assinou o primeiro contrato). 

No Brasil,  desde 2013 os bancos precisam garantir a portabilidade de suas operações de crédito. Isso aconteceu graças à Resolução 4.292 do Banco Central. No último ano, muita gente que tinha financiamentos antigos aproveitou essa possibilidade para pagar menos juros, já que as taxas ficaram bastante baixas ao longo de 2020. 

Se em julho de 2019 foram feitos 558 pedidos de portabilidade relativos a financiamentos pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH), em julho de 2020 foram 4.119 solicitações. Esse número continuou crescendo e atingiu 4.119 pedidos em março de 2021, segundo o BC. O Bradesco oferece condições interessantes para a portabilidade, incluindo um novo financiamento com juros de 3,95% ao ano somados à remuneração da poupança. 

O que é preciso para pedir a portabilidade para o Bradesco?

Para quem tiver interesse em fazer o processo de portabilidade, as informações pedidas pelo Bradesco para receber a sua operação de crédito são as seguintes:

  • Número de contrato
  • Saldo devedor atualizado
  • Demonstrativo da evolução do saldo devedor
  • Modalidade
  • Taxa de juros
  • Prazo total e remanescente do financiamento
  • Sistema de pagamento
  • Valor de cada prestação
  • Data do último vencimento da operação

Por que é importante usar o simulador de financiamento do Bradesco?

Acessar o simulador de crédito imobiliário do Bradesco é fundamental para que você conheça seu próprio potencial de compra e possa pensar nos detalhes ideias para a sua operação de financiamento. É possível, por exemplo, que você descubra que ainda não tem renda mensal suficiente para financiar o imóvel que deseja. Nesse caso, existem três alternativas:

  • Diminuir o valor financiado, oferecendo uma entrada maior
  • Compor a sua renda com um familiar, cônjuge ou parceiro
  • Encontrar um imóvel mais compatível com suas possibilidades financeiras 

Simular o seu financiamento também é muito importante para comparar a oferta de crédito do Bradesco com a de outros bancos. Recomendamos que você sempre pesquise no mercado por outras instituições que possam ter ofertas melhores para o seu perfil antes de fechar qualquer. A Loft Cred pode te ajudar muito nessa busca: veja como neste artigo

Como funciona o financiamento do Bradesco?

O financiamento do Bradesco tem uma série de etapas distintas que o comprador deve cumprir. A primeira delas é a análise de crédito, que você submete ao banco a partir das informações que preencheu na sua simulação online. 

Com esses dados, o banco vai verificar o seu CPF e a renda mensal que você declarou, e dar uma resposta inicial em até uma hora. Mas essa análise não para por aí, segundo Rafael Godoi, especialista em financiamentos imobiliários na Loft Cred:

“O Bradesco tem duas etapas de análise de crédito. A pré-aprovação sai em até uma hora e é só uma consulta cadastral. Tem ainda a etapa da aprovação de crédito, em que você precisa de documentos e até da matrícula do imóvel para subir no sistema”, explica Rafael. 

Superada a primeira fase da análise, você terá que providenciar uma série de documentos para as verificações restantes, que englobam tanto as chamadas análises de crédito e jurídica. Ao mesmo tempo, vai agendar uma vistoria de imóvel, para que uma empresa de engenharia emita um laudo atestando o valor do bem e comprovando que ele não tem vícios estruturais. 

Vídeo explica por que é útil imprimir a simulação de financiamento fornecida pelo banco 

Quais são os documentos necessários para financiar com o Bradesco?

Depois de usar o simulador de financiamento imobiliário do Bradesco e ser aprovado na primeira etapa da análise de crédito, o banco vai pedir que o comprador (pessoa física) entregue a seguinte documentação para as fases seguintes:

  • Formulário “Proposta de Financiamento Imobiliário” e documentos para a comprovação de renda
  • Formulário sobre dados de saúde
  • Cópia de RG e CPF (incluindo os de cônjuges)
  • Comprovante de estado civil
  • Comprovante de regime de bens: escritura de pacto antenupcial lavrada no Cartório de Notas e registro do pacto no Cartório de Registro de Imóveis

Se for usar o FGTS, você precisa enviar também:

  • Um formulário preenchido com autorização para movimentação do fundo
  • Extrato atualizado do FGTS
  • Cópia da carteira profissional 
  • Cópia da Declaração do Imposto de Renda do último exercício com o recibo de entrega
  • Cópia de um comprovante de endereço
  • Comprovação do local da ocupação principal (contrato de trabalho, declaração do empregador ou holerite. Autônomos podem apresentar um registro de autonomia, documento emitido pelas prefeituras)

Para o imóvel a ser comprado, os documentos necessários são: 

  • Certidão da matrícula do imóvel com negativa de ônus expedida pelo Serviço de Registro de Imóveis, atualizada e original, com averbação da construção do imóvel e com validade de 30 dias
  • Cópia da capa do carnê de IPTU mais recente
  • Certidão negativa de impostos e taxas municipais com validade de 90 dias
  • Para imóveis em condomínio: declaração de não-existência de débitos condominiais assinada pelo síndico (com validade de 60 dias) ou uma declaração de dispensa de certidões e declarações
  • Para imóveis que se enquadrem na situação de foro e laudêmio: certidão ou declaração negativa de foro ou laudêmio, ou uma Certidão de Autorização de Transferência (CAT) com comprovação do pagamento da taxa 

Quais são as vantagens de financiar com o Bradesco através da Loft Cred?

O Bradesco oferece taxas de juros competitivas: em 2021, passou a oferecer juros a partir de 3,95% com correção mensal das prestações pelo índice básico de remuneração da poupança. Caixa e Itaú também já tinham lançado linhas de crédito atreladas ao rendimento da poupança. 

Mas se você quer garantir que seu investimento será mesmo o mais vantajoso possível, procure a Loft Cred em vez de ir direto a uma agência bancária ou simular online na página do Bradesco. 

Com a Loft Cred, você tem a vantagem de visualizar todas as condições de crédito oferecidas pelo Bradesco e por outros bancos parceiros para o seu perfil. Com a ajuda de especialistas, vai poder comparar preços finais e Custos Efetivos Totais (CET), e ter a certeza de estar fazendo o melhor negócio antes de prosseguir para as etapas seguintes do financiamento de imóvel. 

Graças à parceria entre a Loft Cred e o Bradesco, nossos especialistas cuidam de toda a burocracia da operação caso você opte por financiar com esse banco. Centralizamos o envio de toda a documentação, preenchemos formulários, agendamos a assinatura do seu contrato e até registramos esse documento no cartório de imóveis por você. 

A melhor notícia é que esse suporte completo da Loft Cred não tem nenhum custo para você – e torna todo o processo de obtenção de crédito bem mais tranquilo. 

Facilite o caminho até seu apê dos sonhos: financie com a Loft Cred

Outros assuntos que podem lhe interessar

Assine nossa Newsletter
Assine nossa newsletter