Quais são as taxas de juros de um financiamento imobiliário no Santander?

taxa-de-juros-santander-financiamento-imobiliario
Tempo de leitura: 6 minutos

O Santander é uma das instituições privadas mais procuradas para crédito imobiliário no país. É muito comum que interessados nesse tipo de operação se perguntem quais são as taxas de juros de um financiamento imobiliário no Santander. Afinal, saber as condições de um financiamento são essenciais na hora de fechar negócio. 

Obedecendo à tendência que se vê no mercado, o banco andou reduzindo os juros para financiamentos imobiliários, sob influência da queda da taxa básica de juros (a Selic). Ao longo deste texto, vamos mostrar em que patamar estão os juros do banco, quais são as condições para obtenção de crédito no Santander e como tornar todo esse trâmite mais ágil.

Neste artigo, você vai encontrar:

  • Conheça a taxa de juros para financiamento imobiliário no Santander
  • Como funciona a “taxa bonificada” do Santander
  • Quais são as condições praticadas pelo Santander para um financiamento imobiliário?
  • Quais são os documentos necessários para financiar com o Santander?
  • Como entrar em contato com o Santander sobre um financiamento imobiliário?
  • É possível fazer portabilidade de financiamento de financiamento imobiliário no Santander?
  • Como agilizar um financiamento imobiliário no Santander?

Conheça a taxa de juros para um financiamento imobiliário no Santander

O Santander pratica uma taxa de juros para financiamento imobiliário de pessoa física que parte de 6,99% ao ano. Isso quer dizer que esse será o percentual mínimo que incidirá, por ano, sobre o saldo devedor. Mas a operação tem outros custos, que incluem taxas administrativas e seguros obrigatórios. 

A taxa de 6,99% ao ano é o que o banco chama de “taxa bonificada”, que só é aplicada às parcelas se o cliente seguir uma série de condições ao longo do contrato. O banco concede essa taxa para as 12 primeiras parcelas, e ela só se mantém se as regras definidas pela instituição forem cumpridas.

A definição exata da taxa de juros para seu perfil, porém, virá depois da análise de crédito, etapa na qual o banco analisa se (e sob quais condições) quer fazer negócio com um determinado cliente. Nessa avaliação, pesam o relacionamento com o banco, o histórico de pagamentos, a renda familiar comprovada e outros quesitos. 

Há ainda um índice de correção aplicado à operação: a Taxa Referencial (TR). Atualmente, esse índice está zerado, mas pode voltar a subir ao longo do prazo de pagamento definido pelo banco. Esse percentual serve para atualizar o saldo devedor mês a mês, impedindo que ele se desvalorize ao longo dos anos. 

Para quem pretende comprar um imóvel comercial, os juros do Santander variam entre 10% e 11% ao ano, de acordo com os valores da operação pretendida. 

Como funciona a “taxa bonificada” do Santander?

O Santander define que a taxa de juros mínima para operações de crédito imobiliário é de 6,99%, e representa uma “taxa bonificada”. Depois de um ano, ela só será renovada a cada semestre sob as seguintes condições (para profissionais assalariados): 

  • Receber o salário na conta corrente do conta Santander
  • Pagar as prestações em dia por meio do débito automático na conta corrente do banco
  • Manter no mínimo R$ 1.000 mensalmente na conta poupança do Santander
  • Ser titular de cartão de crédito do Santander e realizar uma compra em cada fatura mensal. Ou então ter um seguro de vida, residencial ou de acidentes pessoais contratado junto ao Santander 

As condições são um pouco diferentes para profissionais autônomos: eles devem necessariamente manter compras mensais em um cartão de crédito do banco e, além disso, contratar um dos seguintes seguros do Santander: seguro de vida, residencial, de acidentes pessoais ou de capitalização. 

Quais são as condições praticadas pelo Santander para um financiamento imobiliário?

De acordo com o Santander, as condições para contrair crédito habitacional são:

  • Financiamento equivalente a até 80% do valor do imóvel
  • Prazo de pagamento de até 35 anos
  • Despesas cartorárias e ITBI incluídas no financiamento (até 5% do valor total)
  • Valor mínimo do imóvel de R$ 90 mil
  • Possibilidade de compor renda com qualquer pessoa (sem necessidade de ser familiar)

Já para financiamentos destinados a imóveis comerciais, os parâmetros são:

  • Até 70% do valor do imóvel pode ser financiado
  • Prazo de pagamento de até 30 anos
  • Cobrança de IOF na operação
  • Despesas cartorárias e ITBI cobertas no financiamento (até 5% do valor total)

O Santander ainda oferece um simulador de financiamento imobiliário, no qual você pode verificar as taxas de juros e as condições gerais aplicadas para o seu perfil. A ferramenta pode ser acessada no site do banco

A avaliação do imóvel, seja comercial ou residencial, tem um custo de R$ 3,3 mil, segundo a tabela de tarifas da instituição. 

Quais são os documentos necessários para financiar com o Santander?

De acordo com informações do Santander, a documentação necessária para a etapa da análise de crédito junto ao banco é:

  • Formulário “Dados do(s) Comprador(es), Vendedor(es) e Imóvel” preenchido
  • Comprovação de renda: últimos três holerites (se for CLT), declaração de Imposto de Renda do último exercício, três últimos extratos da conta corrente, declaração do INSS (caso seja aposentado ou pensionista)

Já para a análise técnica (jurídica) da operação, a lista de documentos exigidos é:

  • Documento oficial com foto
  • Cópia simples da capa do IPTU do ano vigente
  • Certidão negativa de tributos imobiliários (fornecida pelas prefeituras)
  • Cópia da certidão de casamento (se aplicável ao cliente)
  • Pacto antenupcial registrado (se aplicável ao cliente)
  • Escritura pública ou contrato de união estável (se tiver uma união estável)
  • Matrícula do imóvel com certidão negativa de ônus
  • Autorização para saque do FGTS, extrato atualizado do FGTS e cópia da declaração de Imposto de Renda do comprador (se for usar o FGTS)
  • Formulários complementares (dados de saúde, autorização dos compradores, autorização dos vendedores para consulta de informações e outros dados sobre compradores, vendedores e imóvel)

Veja se o imóvel dos seus sonhos cabe no seu bolso

Como entrar em contato com o Santander sobre um financiamento imobiliário?

O Santander tem diversos canais de atendimento para assuntos relativos a financiamentos imobiliários. É possível preencher um formulário e fazer uma proposta de crédito online, a partir deste link. Os clientes também podem tratar desse assunto diretamente em uma das agências do banco espalhadas pelo país. Se você já fez uma proposta de financiamento à instituição pode acompanhá-la nesta página

Para quem tem dúvidas sobre o financiamento imobiliário do Santander, o telefone de contato é 4004-3535 para capitais e regiões metropolitanas. Fora dessas localidades, você pode ligar para 0800 702 3535 ou 0800 723 5007 (se for portador de deficiência auditiva e de fala). 

É possível fazer portabilidade de financiamento imobiliário no Santander?  

O banco recebe financiamentos que originalmente foram feitos em outros bancos, mudança que conhecemos como portabilidade. A grande vantagem da portabilidade é que você pode baratear os custos da sua operação, aproveitando as taxas de juros de financiamento imobiliário reduzidas que o Santander oferece atualmente. 

Para se ter uma ideia, a taxa média de juros praticada para financiamentos de pessoas físicas (com taxas reguladas) chegava a 9,71% ao ano em janeiro de 2016, segundo o Banco Central. Quem assinou o contrato de financiamento nessa época, há apenas cinco anos, pode se beneficiar bastante com as novas taxas do Santander, de 6,99% ao ano. 

Essa troca gera apenas custos pontuais para o cliente, como despesas de cartório e uma nova avaliação do imóvel, que pode ser pedida pelo banco. O primeiro passo é solicitar ao seu banco credor a documentação relativa ao seu financiamento, incluindo o extrato da dívida. 

Depois, você deve procurar o Santander ou qualquer outro banco para onde pretende migrar seu financiamento. Compare Custos Efetivos Totais entre as propostas. Se decidir pela portabilidade, é a nova instituição credora que vai entrar em contato com o seu banco original, solicitando a troca. Esse banco não pode negar a transição, mas pode fazer uma contraproposta, reduzindo os juros do seu contrato. 

Veja por que a portabilidade se tornou tão vantajosa nos últimos anos para financiamentos de imóvel

Como agilizar um financiamento imobiliário no Santander?

Existe uma forma de agilizar um financiamento imobiliário no Santander e torná-lo mais confortável para você e sua família: contar com a Loft Cred. Somos uma assessoria de crédito imobiliário que intermedia todas as etapas da contratação de um financiamento com o banco de forma gratuita para os clientes, que podem fazer tudo sem sair de casa. 

Primeiro, a Loft Cred vai garantir que você tenha acesso às condições e taxas que diversos bancos oferecem para o seu perfil. Nosso time de especialistas vai conversar com você e orientá-lo em relação a todas essas propostas, apontando as vantagens de desvantagens de cada uma para o seu bolso. Assim, você tem a chance de escolher o  financiamento com as melhores condições do mercado para a sua realidade. 

Saiba mais sobre a parceria entre a Loft Cred e o Santander

Feita essa escolha, nossos especialistas vão cuidar de todo o trâmite burocrático: da análise de crédito completa até o registro de contrato de financiamento em cartório. Durante essas etapas, estamos prontos para resolver quaisquer pendências de forma rápida, tornando todo o processo mais fácil para o cliente. 

Se você já tem um financiamento imobiliário e quer fazer a portabilidade para o Santander, o serviço da Loft Cred também cuida de toda a burocracia dessa mudança. Você terá a tranquilidade de migrar sua operação de crédito com a ajuda de especialistas no assunto.

Para começar, simule as parcelas do seu financiamento imobiliário gratuitamente