Conheça as características de cada zona de SP

zonas-de-sp-cidade-sao-paulo
Tempo de leitura: 4 minutos

Mais de 12 milhões de pessoas moram dentro das cinco zonas de SP, uma das maiores cidades do mundo. Cada área possui sua identidade e história características. Entenda!

São Paulo é tão grande e tão complexa – você sabia que há 32 subprefeituras e quase 100 distritos? – que não existe uma única divisão regional utilizada por todos. As zonas de SP organizadas pelos Correios, por exemplo, são diferentes daquelas da SPTrans.

A divisão mais comum no dia a dia se dá em cinco partes (norte, sul, leste, oeste e centro), que serão apresentadas adiante neste blog post.

Leia também: Saiba em quais a bairros a Loft atua hoje!

Como a cidade de São Paulo é organizada?

A organização da cidade pode tomar várias formas, como geográfica ou administrativa. Para facilitar a gestão e o planejamento, é comum que projetos, empresas e mesmo a prefeitura utilizem diferentes mapas de zonas de SP.

As zonas político-administrativas são as mais utilizadas pelo poder público e por órgãos técnicos. Elas basicamente subdividem o território em pedaços menores e mais gerenciáveis, ligados à sua posição geográfica e história. São elas:

  • Centro 
  • Centro histórico 
  • Centro-Sul 
  • Leste 1 
  • Leste 2 
  • Nordeste 
  • Noroeste 
  • Norte 
  • Oeste 
  • Sudeste 
  • Sudoeste 
  • Sul
As zonas de SP de acordo com a divisão administrativa da cidade: a Prefeitura utiliza esse zoneamento internamente / Mapa: Wikimedia

Se você está surpreso, não se preocupe: ninguém vai te dizer que mora em um bairro da Zona Leste 2, porque esse termo fica a cargo só dos técnicos do governo e não está em nenhum mapa que o público utiliza. No dia a dia, a divisão mais comum das zonas de SP se dá nas cinco partes “clássicas”:

  • Centro
  • Norte
  • Sul
  • Leste
  • Oeste

Quais são as características das zonas de SP?

Uma cidade tão enorme, histórica e diversa guarda, dentro de si, diversas características. É por isso que não só as zonas de SP, como também os bairros de SP, acabam ganhando cor e personalidade próprias e atraindo diferentes perfis de moradores ao longo dos anos.

Baixe aqui! Morar em São Paulo: baixe o guia com os melhores bairros da cidade

Centro de SP

De vasta importância histórica, o centro é a mais antiga zona de SP. Ainda estão de pé edifícios como o Pátio do Colégio, onde foi celebrada a primeira missa de fundação da então vila, em 1554.

O centro de SP já foi muito glamuroso, como comprovam os prédios art déco e outros ícones arquitetônicos que criam seu skyline, mas passou por uma degradação generalizada a partir dos anos 1970.

Hoje vive um forte período de revitalização, acompanhado por novas iniciativas governamentais e opções de residência e mobilidade.

Bairros do Centro de SP

  • Bela Vista
  • Bom Retiro
  • Cambuci
  • Consolação
  • Higienópolis
  • Liberdade
  • República
  • Santa Cecília

Zona Norte de SP

Acima do rio Tietê fica a Zona Norte de SP, onde ficavam as históricas ferrovias e estradas velhas que conectavam o município aos vizinhos.

Subdividida em regiões nordeste e noroeste, a Zona Norte oferece experiências distintas: na primeira, que inclui bairros como Santana, a infraestrutura e o comércio são mais bem desenvolvidos. Na segunda, o processo de urbanização ainda está em curso.

Bairros da Zona Norte de SP

  • Anhanguera
  • Brasilândia
  • Casa Verde
  • Cachoeirinha
  • Freguesia do Ó
  • Jaçanã
  • Jaraguá
  • Limão
  • Mandaqui
  • Perus
  • Pirituba
  • Santana
  • São Domingos
  • Tremembé
  • Tucuruvi
  • Vila Maria
  • Vila Medeiros
  • Vila Guilherme

Zona Sul de SP

Até 1935, a parte da cidade hoje determinada como Zona Sul era considerada o município de Santo Amaro. Hoje desponta como zona com a maior demanda por apartamentos novos na cidade, estimulada por uma nova lei de zoneamento municipal.

Geograficamente gigante, oferece experiências diferentes de habitação a depender do bairro: é na mesma zona de SP que ficam Morumbi, Itaim Bibi e Moema, que constam entre as partes mais nobres da cidade, e outras que ainda sofrem com carências básicas de urbanização.

Bairros da Zona Sul de SP

  • Campo Belo 
  • Campo Limpo 
  • Capão Redondo 
  • Cidade Ademar 
  • Cidade Dutra 
  • Cursino 
  • Grajaú 
  • Itaim Bibi
  • Ipiranga 
  • Jabaquara 
  • Jardim Ângela 
  • Jardim São Luís
  • Marsilac  
  • Moema 
  • Morumbi
  • Parelheiros 
  • Pedreira 
  • Sacomã 
  • Santo Amaro Socorro 
  • Saúde 
  • Vila Andrade
  • Vila Mariana 
  • Vila Olímpia

Zona Leste de SP

Conhecida como “ZL”, essa enorme zona de SP fica ao leste do rio Tamanduateí. O nome indígena que marca o território é apto, visto que o espaço se manteve ocupado pelos povos originários durante o primeiro século da colonização portuguesa.

A partir do século 19, com a crescente industrialização e urbanização, a Zona Leste se tornou uma das zonas de SP marcada pela presença de imigrantes – italianos, espanhois, japoneses, libaneses e sírios –, criando um ambiente culturalmente diverso que perdura até hoje, quando é possível encontrar comunidades muito unidas.

É lá, por exemplo, que acontece a Festa de San Gennaro! E como não poderia deixar de ser mencionado, é também onde fica a sede e o estádio do Corinthians, orgulho de boa parte dos moradores.

Bairros da Zona Leste de SP

  • Água Rasa
  • Aricanduva
  • Artur Alvim
  • Belém
  • Brás
  • Cangaíba
  • Carrão
  • Cidade Líder
  • Cidade Tiradentes
  • Ermelino Matarazzo
  • Guaianases
  • Itaim Paulista
  • Itaquera
  • Jardim Helena
  • José Bonifácio
  • Lajeado
  • Mooca 
  • Pari
  • Parque do Carmo
  • Penha
  • Ponte Rasa
  • São Lucas
  • São Mateus
  • São Miguel
  • São Rafael
  • Sapopemba
  • Tatuapé
  • Vila Curuçá
  • Vila Formosa
  • Vila Jacuí
  • Vila Matilde
  • Vila Prudente

Zona Oeste de SP

A Oeste é uma das zonas de SP mais desenvolvidas em termos de infraestrutura e opções culturais e de comércio, entre shoppings, museus, galerias, escolas e universidades.

É onde fica boa parte dos bairros nobres da cidade – incluindo alguns tratados como joias por seus moradores, como o pequeno Sumaré – e oferece uma mobilidade privilegiada, com fácil acesso a diversas linhas de metrô, trem e ônibus. 

Bairros da Zona Oeste de SP

Conclusão

Morar em São Paulo é uma experiência totalmente diferente a depender da zona de SP em questão. Entender seu perfil e suas necessidades e pesquisar bastante é absolutamente essencial para fazer a melhor escolha – que pode envolver descobrir um bairro totalmente novo (e perfeito!) para você. 
Quer conhecer apartamentos à venda em diferentes zonas de SP? Saiba em que bairros em que a Loft atua e explore o portfólio!